Diana Silva: «É natural as pessoas já esperarem um pouquinho mais de nós»

21 jul 2023, 09:05
Diana Silva (Getty)

Avançada da Seleção elogiou os Países Baixos, o primeiro adversário no Mundial, mas defendeu que Portugal também tem as suas armas

Avançada da Seleção Nacional, Diana Silva que os Países Baixos, o primeiro adversário de Portugal no Mundial Feminino, são um oponente difícil.

Ainda assim, a futebolista do Sporting confia nas qualidades do plantel liderado por Francisco Neto.

«Estamos muito entusiasmadas pelo início da competição estar aí a chegar. Temos trabalhado imenso tempo para que seja possível começar da melhor maneira e é isso que estamos à espera. Estamos à espera de fazer um bom jogo», começou por dizer, citada pela Lusa.

«A Holanda é uma equipa muito forte, muito pressionante, muito agressiva nos duelos individuais, mas nós também temos os nossos pontos fortes e vamos tentar que eles apareçam no dia do jogo», continuou.

E que pontos fortes são esses? «Somos uma equipa bastante inteligente, rápida, e muito organizada, e temos de conseguir usar esses pontos fortes contra elas.»

O Mundial começou com uma surpresa, já que a Nova Zelândia derrotou a Noruega, e esse é um resultado importante para lembrar que «tudo é possível».

«Uma coisa é teoria e outra é a prática, e acho que não se pode entrar nestes jogos a achar que o resultado vai ser este ou aquele. Tudo é possível e estamos todas em pé de igualdade quando entrarmos dentro de campo», afirmou.

Diana Silva reconhece que a evolução recente da Seleção aumenta as expectativas nos portugueses, mas garante que essa pressão é positiva: «Neste momento, as pessoas já esperam um pouquinho mais de nós – é natural, nós também nos colocámos nesta posição. É uma pressão positiva, quer dizer que estamos neste palco, um palco maior. Não acho que a equipa tenha, de todo, de se sentir pressionada. Como disse, vamos para tentar o melhor resultado possível.»

«Eu acho que o empate é um resultado positivo – não perder pontos (para os Países Baixos) é um resultado positivo –, mas não olhamos ainda à pontuação que podemos tirar deste jogo, olhamos sim para fazer uma exibição bem conseguida, cumprir os objetivos que nos foram pedidos e, no final, fazemos as contas», disse ainda.

Portugal, refira-se, defronta os Países Baixos no próximo domingo, às 08h30, hora portuguesa – 19h30 na Nova Zelândia.

Relacionados

Patrocinados