Incêndio em centro comercial nos subúrbios de Moscovo faz pelo menos um morto

CNN Portugal , AM com Lusa
9 dez 2022, 06:42
Incêndio em Khimi (Twitter)

Bombeiros suspeitam de ato criminoso. Fogo começou de madrugada e extinção das chamas foi complicada pelo desabamento do tecto

Os bombeiros russos suspeitam que “um ato criminoso” esteja na origem do incêndio de grandes dimensões em curso num centro comercial nos subúrbios de Moscovo, noticiaram agências russas.

Os serviços de emergência russos disseram suspeitar que "um ato criminoso" esteja na origem do incêndio, avançaram agências de notícias russas, referindo-se a fontes não identificadas dos serviços de emergência. Uma fonte, citada pela agência Interfax, disse suspeitar que as chamas tenham tido origem em “atos deliberados, como um incêndio criminoso”.

As chamas começaram às 6:00 (hora local) e afetaram “uma área de sete mil metros quadrados”, anunciou o ministro para as Situações de Emergência russo, Alexandr Kurenkov, na plataforma Telegram.

O incêndio atingiu o centro comercial Mega Khimki, no subúrbio de Khimki, a norte da capital russa, disseram os serviços de emergência. De acordo com a agência Ria Novosti, que cita o gabinete de imprensa do ministério das Situações de Emergência, há pelo menos um morto.

"Podemos confirmar a morte de uma pessoa", revela a mesma fonte, acrescentando que a vítima era um funcionário do centro comercial.

A RIA Novosti avança ainda que os serviços de emergência estão a investigar as causas de incêndio e que a violação das regras de segurança contra incêndios durante o trabalho e o mau funcionamento do equipamento deverão ser os responsáveis pelo fogo.

O tecto do centro comercial, que acabou por desabar, ardeu numa área de 150 metros e a extinção das chamas foi complicada pelo design do edifício. 

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados