Aluno do planador acidentado em Montemor-o-Novo sofre ferimentos graves

Agência Lusa , BCE
11 nov, 18:18
INEM

Vítima é um homem de 59 anos

O aluno que seguia no planador envolvido num acidente ocorrido esta sexta-feira em Montemor-o-Novo, distrito de Évora, sofreu ferimentos graves e foi transportado para um hospital de Lisboa, revelaram a Proteção Civil e o presidente da câmara.

Em declarações à agência Lusa, o autarca de Montemor-o-Novo, Olímpio Galvão, indicou que esta vítima é um homem de 59 anos e que foi transportada num helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para o Hospital de São José, em Lisboa.

Já o instrutor da aeronave sem motor, um homem de 77 anos, foi considerado ferido ligeiro e seguiu numa ambulância dos bombeiros para as urgências do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), adiantou.

A fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora também disse à Lusa que o ferido grave foi transportado no helicóptero do INEM para o Hospital de São José e que o ferido ligeiro foi encaminhado para o HESE.

O acidente, para o qual foi dado o alerta aos bombeiros às 12:45, ocorreu no Aeródromo Municipal da Amendoeira, propriedade da Câmara de Montemor-o-Novo, situado na zona de Foros de Vale de Figueira, naquele concelho alentejano.

Segundo o presidente do município, os dois feridos estavam “conscientes e estabilizados”.

A aeronave acidentada “é um planador”, uma aeronave sem motor, e o sinistro terá acontecido quando se “partiu o cabo que o unia ao [avião] rebocador, pouco depois da descolagem”, o que provocou a queda, argumentou o autarca.

“O planador efetuou uma manobra de aterragem de emergência e caiu num terreno à frente do aeródromo”, acrescentou o presidente do município.

As operações de socorro mobilizaram um total de 22 operacionais dos Bombeiros de Montemor-o-Novo, GNR, INEM e Serviço Municipal de Proteção Civil, apoiados sete veículos, incluindo a viatura médica de emergência e reanimação de Évora, e um helicóptero.

País

Mais País

Patrocinados