Tentaram atacar a "Mona Lisa" - valeu o vidro

CNN Portugal , FMC
6 jun, 13:12
Mona Lisa é atacada por um bolo (Twitter)

Esta não é a primeira vez que a obra é alvo de ataques, tanto de vandalismo como de roubo

O quadro emblemático de Leonardo DaVinci, La Giconda, também conhecido como Mona Lisa e residente no Museu do Louvre, em Paris, sofreu um ataque a 28 de maio, revelou a CNN. Um homem disfarçado de uma mulher idosa, de peruca e numa cadeira de rodas, levantou-se e decidiu atirar um bolo ao famoso quadro. Graças à proteção de vidro existente, o quadro não ficou danificado mas o momento ficou registado nas redes sociais. 

Em vídeos entretanto divulgados entende-se que por detrás do ato de vandalismo estariam causas ambientais: "Pensem no planeta Terra, há pessoas a destruí-lo". 

O museu emitiu em comunicado no qual revela que "um visitante simulou uma deficiência a fim de utilizar uma cadeira de rodas para se aproximar da obra, que foi instalada numa vitrina segura - o Louvre aplicou os seus procedimentos habituais para pessoas com mobilidade reduzida, permitindo-lhes admirar esta grande obra de arte". É política do museu que pessoas em cadeiras de rodas beneficiem de uma proximidade às obras de arte, passando à frente de todos os outros visitantes. "Enquanto estava perto do quadro, este indivíduo atirou um bolo que tinha escondido nos seus pertences pessoais à vitrina da Mona Lisa. Este acto não teve qualquer efeito sobre o quadro, que não foi danificado de forma alguma."

O homem, de 36 anos, foi detido no momento e colocado numa instituição psiquiátrica, de acordo com a Procuradoria de Pais.  O museu apresentou formalmente uma queixa e o homem poderá ser acusado de "tentativa de destruição de propriedade cultural". 

Esta não é a primeira vez que a obra é alvo de ataques, tanto de vandalismo como de roubo. Foi roubado em 1911 por um funcionário do museu e o fundo da tela levou com ácido nos anos 50, o que levou a que o museu reforçasse as medidas de proteção, colocando um vidro à prova de bala. Em 2009, uma mulher russa atirou uma chávena de cerâmica ao quadro. Mais uma vez, este saiu ileso e apenas a chávena se partiu - e o vidro de proteção ficou ligeiramente riscado. 

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Artes

Mais Artes

Patrocinados