Advogados dizem que Djokovic entrou na Austrália com isenção médica

8 jan, 09:30
Novak Djokovic (Andy Brownbill/AP)
Novak Djokovic (Andy Brownbill/AP)

Tenista sérvio recebeu regime de exceção após ter estado infetado em dezembro, garantem representantes legais

PUB

Os advogados de Novak Djokovic defenderam que o tenista sérvio chegou à Austrália na quarta-feira à noite com uma isenção médica, o que levou a que pudesse entrar no país em ser vacinado.

De acordo com os representantes legais, o tenista sérvio recebeu uma isenção médica para entrar na Austrália, após ter estado infetado por covid-19 em dezembro, informando que até pediu transferência do hotel para treinar antes de começar o torneio.

PUB

Num documento judicial citado pela imprensa australiana, os advogados referem que «a data do primeiro teste PCR positivo para a covid-19 foi registada a 16 de dezembro de 2021».

Recorde-se que Djokovic está retido num hotel em Melbourne, à espera de uma decisão judicial que lhe permita disputar o Open da Austrália de ténis, e que a revogação do visto criou tensões diplomáticas entre a Austrália e a Sérvia.

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Desporto

Mais Desporto

Patrocinados