Volta a Burgos: Guerreiro mantém segundo lugar após etapa com queda aparatosa

3 ago, 18:22
Ruben Guerreiro

Metros finais da etapa ficaram marcados pelo acidente de David Dekker que provocou a queda de mais corredores

A Jumbo-Visma conseguiu esta quarta-feira colocar três ciclistas no pódio da segunda etapa da Volta a Burgos, em Espanha, após um elemento desta mesma equipa cair ao passar por uma lomba no último quilómetro.

O neerlandês Timo Roosen, o italiano Edoardo Affini e o australiano Chris Harper, respetivamente primeiro, segundo e terceiro classificados, sprintaram isolados nos últimos 700 metros dos 158 quilómetros que ligavam Vivar del Cid a Villadiego, devido ao acidente aparatoso do neerlandês David Dekker.

Como a queda que aconteceu no último quilómetro, os ciclistas que seguiam no pelotão terminaram com o mesmo tempo do vencedor. Entre eles estavam os portugueses Ruben Guerreiro (EF Education-EasyPost), que terminou em sexto lugar, Rui Costa (UAE Emirates), na 11.ª posição, e João Almeida (UAE Emirates), na 22.ª.

Na classificação geral, Guerreiro mantém-se no segundo posto, a três segundos do colombiano Santiago Buitrago (Barhain-Victorius), e com o mesmo tempo do australiano Jai Hindley (BORA-hansgrohe) e do britânico Tão Geoghegan Hart (INEOS). Rui Costa ascendeu ao quinto posto, com cinco segundos de atraso, e João Almeida está no 32.º lugar, a 19.

A 44.ª Volta a Burgos continua esta quinta-feira, com a terceira de cinco tiradas, num percurso de 156 quilómetros entre Quintana Martín Galíndez e Villarcayo.

Veja a queda do pelotão no último quilometro da etapa:

Relacionados

Patrocinados