Mais de 1.800 médicos já aderiram ao regime de dedicação plena nas ULS

6 fev, 06:43
Médicos (imagem Getty)

REVISTA DE IMPRENSA || Novo regime entrou em vigor há um mês

Mais de 1.800 médicos já aderiram ao regime de dedicação plena, nas unidades locais de saúde, avança o Jornal de Notícias que cita dados do Ministério da Saúde.

As unidades de São João e Santo António, no Porto, a de S. José, em Lisboa, e a de Coimbra foram aquelas em que mais médicos aderiram a este novo regime que entrou em vigor há um mês.

A dedicação plena prevê que estes médicos trabalhem 40 horas semanais em vez de 35, e um limite máximo anual de 250 horas extraordinárias, mais cem do que os restantes profissionais. Em troca, recebem um suplemento mensal de 25% sobre a remuneração base.
 

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados