Linha do Norte com constrangimentos na circulação de comboios

Agência Lusa , AM
12 jan, 11:24
Greve da CP (Lusa/Estela Silva)

Na via D, aconteceu um escorregamento de balastro que obrigou a suspender a circulação. Já em Francelos, a via abateu. As duas situações estão a condicionar a circulação de comboios

A circulação ferroviária entre Vila Nova de Gaia e Francelos encontra-se condicionada, sendo feita atualmente por uma única via e causando supressões de serviços, informaram esta quinta-feira a Infraestruturas de Portugal (IP) e a CP - Comboios de Portugal.

"A Infraestruturas de Portugal informa que devido ao escorregamento do balastro na via ao Km [quilómetro] 325 da Linha do Norte, foi suspensa a circulação na via D [descendente, sentido Lisboa] entre Gaia e Francelos Sul", pode ler-se numa publicação feita IP no Facebook.

De acordo com a empresa que gere a rede ferroviária nacional, naquele troço do concelho de Vila Nova de Gaia (distrito do Porto) a circulação "processa-se nos dois sentidos através de uma única via, com limitação de velocidade entre os Km 325 e 325,3" da Linha do Norte.

Já a CP também comunicou que a circulação está condicionada "com alguns atrasos e supressões entre Ovar e Porto Campanhã, por abatimento da via em Francelos".

A IP refere que as suas equipas já "estão no local para proceder à reparação e reposição das condições de circulação com a maior brevidade possível", referindo que atualizará a informação "sempre que se justificar".

O troço entre Espinho e Vila Nova de Gaia está atualmente em obras no valor de 55,3 milhões de euros, e deverão concluir-se no início deste ano, disse fonte oficial da IP à Lusa no dia 4 de novembro.

País

Mais País

Patrocinados