Casa Pia-V. Guimarães, 0-0 (crónica)

23 set, 20:05

Às turras com a vitória

Vindo de um ciclo de três derrotas, o Vitória de Guimarães visitou o Casa Pia e voltou a não conseguir vencer: em Rio Maior, o empate a zero perdurou até ao final e espelhou aquilo que se viu dentro do relvado.

Paulo Turra, depois da estreia vitoriosa no comando dos minhotos, vê-se a mãos com um período negativo e que pode intensificar a contestação dos adeptos.

Já o Casa Pia, à semelhança da última temporada, deu mais uma prova de que é uma equipa compacta e até pode ambicionar a algo mais do que lutar pela permanência. Ainda assim, curiosamente, continua sem vencer em casa.

FILME DO JOGO

O jogo foi tão dividido que até é daqueles onde a justiça imperou e o nulo ajusta-se por aquilo que foi a produção das duas equipas.

A primeira parte já tinha deixado a indicação de que a toada de jogo iria ser repartida, embora os minhotos tivessem um ligeiro ascendente, sobretudo traduzido nas aproximações conseguidas através das bolas paradas ou do jogo direto para os avançados Jota e André Silva.

Já os casapianos, que durante toda a partida mostraram muito rigor e organização defensiva, apostaram nos ataques rápidos e conseguiram apanhar os vimaranenses em contrapé, mas faltou maior definição a Yuki Soma – o japonês foi quem liderou as transições ofensivas – para criar perigo junto à baliza de Bruno Varela.

Paulo Turra, após o intervalo, tentou imprimir mais velocidade à sua equipa com a entrada de Nélson da Luz para o lugar do lateral Afonso Freitas, mas o jogo diminuiu de qualidade e as oportunidades de golo escassearam no segundo tempo.

De resto, as melhores oportunidades pertenceram mesmo aos gansos. Em cima da hora de jogo, novamente num lance de contra-ataque, Fernando Andrade surpreendeu Varela, que estava adiantado, e tentou o remate em vez do cruzamento, mas a bola saiu a centímetros do poste.

Já na reta final da partida, numa altura em que as substituições de Filipe Martins se revelavam mais acertadas, o avançado Felippe Cardoso, herói da última jornada, acertou no poste após um remate de fora da área, naquele que foi o lance de maior perigo em todo o jogo.

Patrocinados