VÍDEOS: Liverpool vence com golaços de Darwin, Leverkusen evita derrota nos descontos

7 mar, 20:12
Darwin Nunez a festejar o golo do Liverpool frente ao Sparta Praga (MARTIN DIVISEK/LUSA)

Roma atropela Brighton e está praticamente apurada para os «quartos»

Mais uma tarde recheada de golos nos «oitavos» da Liga Europa!

O Liverpool foi à República Checa atropelar o Sparta Praga, por 4-1, numa tarde em que só jogadores do reds marcaram, com especial destaque para Darwin Núñez.

O primeiro golo surgiu cedo, logo aos seis minutos, com Mac Allister a abrir o marcador na sequência de uma grande penalidade. 

Noite de recordar para o ex-Benfica, Darwin Núñez, que esteve de pé quente e só soube marcar dois grandes golos. O segundo golo do encontro, aos 25 minutos, é digno de estar exposto num museu. Depois de receber um passe de Harvey Elliott, o uruguaio só viu a baliza, mesmo estando a largos metros de distância, e rematou com força e sem qualquer hipótese para o guarda-redes adversário.

No terceiro golo, outra vez o sujeito do costume, que já leva 16 golos na presente temporada, voltou a brilhar com grande golo. Depois de receber uma bola no lado direito, Darwin remata de primeira ao canto inferior esquerdo e coloca o Liverpool a vencer por três.

Antes do intervalo, outro jogador da equipa inglesa voltou a marcar, mas desta vez na baliza errada. Conor Bradley, jovem defesa de 20 anos, marca um autogolo e o Sparta Praga reduz.

O quarto golo do Liverpool surge dos pés do ex-FC Porto Luis Díaz, que recebe a bola dentro de área e não perdoa na cara do guarda-redes. O último golo, já em período de compensação, foi marcado por Szoboszlai, que entrou no lugar de Darwin.

O Liverpool vai receber o Sparta Praga no próximo dia 14 de março, em Anfield, naquele que se prevê ser um jogo difícil para a equipa checa.

No Azerbaijão, o Bayer Leverkusen não encontrou facilidades no embate frente ao Qarabag, equipa que afastou o Sp. Braga da Liga Europa.

Num encontro em que Xabi Alonso rodou a equipa, a equipa da casa aproveitou e ao intervalo já venciam por dois, Benzia aos 26 minutos e Juninho aos 45+2.

Naquela que se avizinhava ser a primeira derrota do conjunto alemão na temporada, acabou por se tornar num… empate. Ao intervalo, Xabi Alonso decidiu mexer na equipa (e bem!) e meteu algumas peças fundamentais, entre eles Wirtz, o jovem que tem causado furor na Europa. Com um chapéu de alto nível, o alemão de 20 anos reduziu para 2-1 o resultado.

Mais um suplente de ouro no Bayer Leverkusen, Schick, que entrou aos 80 minutos e 12 depois fez o empate, depois de um largo cruzamento só teve de cabecear e empatar a partida. 

O Leverkusen de Grimaldo recebe o Qarabag também no dia 14, num jogo que dita o futuro na competição.

Em Roma, o Brighton de De Zerbi foi atropelado e o pós Mourinho tem sido bastante positivo para os romanos.

Dybala marcou o primeiro golo dos italianos, aos 13 minutos, depois de um passe incrível de Paredes, o argentino encontrou-se frente a frente com o guarda-redes adversário e não perdoou.
 

O 2-0 surgiu no final da primeira parte, aos 43 minutos, com Lukaku a escrever o nome na lista de marcadores. Mancini fez o 3-0, assistido por El Shaarawy, que fez também o passe para o quarto golo, marcado pelo ex-Benfica Cristante.

A Roma de De Rossi visita o Brighton na próxima quinta-feira, numa eliminatória que se prevê complicada para o conjunto inglês.
 

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados