Carvalhal: «Estamos muito melhor do que quando fomos jogar à Sérvia»

8 dez 2021, 15:17
Sp. Braga-Vizela (Hugo Delgado/Lusa)
Sp. Braga-Vizela (Hugo Delgado/Lusa)

Treinador do Sp. Braga avisa que Estrela Vermelha «é uma equipa muito batida» mas destacou o bom momento dos minhotos

PUB

Na antevisão ao duelo decisivo com o Estrela Vermelha, a contar para a última ronda da fase de grupos da Liga Europa, Carlos Carvalhal mostrou-se confiante devido ao bom momento do Sp. Braga.

«O Estrela Vermelha está a um nível idêntico, mas nós estamos muito melhor do que quando fomos jogar à Sérvia e os resultados atestam isso. Temos conseguido vitórias, golos, um equilíbrio muito grande, 19 golos e três sofridos nos últimos jogos», disse o técnico minhoto, referindo-se à partida de há cerca de três meses, em que o Sp. Braga perdeu por 2-1.

PUB

«Não é confiança de exuberância, mas nas nossas capacidades e no que podemos fazer. Se for assim, vamos conseguir o primeiro lugar do grupo, esse é o nosso grande objetivo», sublinhou.

Os forasteiros precisam de apenas um empate para seguir em frente no primeiro lugar e Carvalhal reconhece que esse dado pode ter influência na abordagem ao jogo.

«Quem tem possibilidade de conseguir dois resultados em três, tem mais algumas cautelas, mas nós não vamos deixar de as ter também porque só podemos vencer se formos equilibrados. O adversário tem uma maturidade muito grande, é uma equipa muito batida, com muitos anos destas competições, mas do outro lado vai ter uma equipa muito irreverente, que sabe atacar e equilibrar-se para defender. Sabemos que os erros nestas competições custam caro», afirmou.

PUB
PUB
PUB

Tormena, Al Musrati e Galeno integraram a primeira parte dos treinos dos últimos três dias, «mas só depois do aval positivo do departamento médico é que integram a convocatória».

«São jogadores importantes, como todos para o treinador, mas sem eles a equipa continuou a corresponder porque o espírito de equipa é bom, tem uma ideia de jogo bem definida e os jogadores entendem-na. Esses jogadores só integram a convocatória se estiverem a 100 por cento. Estamos numa fase decisiva da época e não podemos perder jogadores. Jogadores em situação de risco não avançam, só se estiver a 100 por cento, não a 99, pode avançar», vincou.

O técnico dos arsenalistas comentou ainda a evolução de Iuri Medeiros desde que chegou a Braga e que nos últimos jogos se tem afirmado como um dos melhores elementos da equipa.

«Quando recebemos o Iuri, ele era meio jogador e hoje é um jogador completo, que defende, transita bem defensiva e ofensivamente e marca a diferença do ponto de vista técnico. Esse foi o desafio que lhe foi lançado e chegou a um ponto que pode ambicionar mais», apontou.

PUB
PUB
PUB

A receção do Sp. Braga ao Estrela Vermelha está marcada para esta quinta-feira, pelas 20h00. Só uma vitória garante aos arsenalistas o primeiro lugar do grupo e consequente passagem direta à fase seguinte da prova.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados