Libertadores: Corinthians desperdiça penálti e empata com o Boca

29 jun, 08:29
Vítor Pereira (Getty Images)

Vaga para os quartos de final fica adiada para o segundo jogo na Bombonera

O Corinthians comandado por Vítor Pereira empatou sem golos na receção ao Boca Juniors, na Neo Química Arena, em jogo da primeira mão dos oitavos de final da Taça Libertadores. Um jogo que ficou claramente marcado pela exibição dos dois guarda-redes. Cássio foi determinante ao manter a baliza do Timão inviolada, mas Rossi também brilhou entre os postes, com a defesa de uma grande penalidade ainda na primeira parte. Fica, assim, tudo em aberto para o segundo jogo, na próxima terça-feira, na Bombonera.

Com quase 45 mil adeptos nas bancadas, o jogo começou equilibrado, apenas com lances de Benedetto e Giuliano a aumentarem as pulsações, até que, aos 39 minutos, o ex-sportinguista Marcos Rojo colocou a mão na cara de Mantuan e o árbitro apontou para a marca de grande penalidade. No entanto, na marcação do castigo máximo, Róger Guedes permitiu a defesa de Rossi e o nulo manteve-se intato até ao intervalo, com Cássio também a brilhar, com uma defesa a mais um remate de Bendetto em tempo de compensação.

O ritmo aumento na segunda parte, com oportunidades claras nas duas balizas, com Cássio a voltar a ser protagonista, com mais uma defesa a travar um remate de Óscar Romero. O Corinthians também voltou a ameaçar o golo, com destaque para um lance individual de Adson que só falhou no remate final. Já nos últimos instantes do jogo, a equipa paulista teve nova oportunidade para se adiantar no marcador, num livre marcado por Adson, mas, lá está, Rossi voltou a mostrar que a noite era mesmos dos guarda-redes. Se havia dúvidas, Cássio tirou-as, com mais uma defesa a um remate de Benedetto após falha de João Victor, o central pretendido pelo FC Porto.

O jogo acabou com um misto de assobios e aplausos para Róger Guedes, o jogador que desperdiçou a grande penalidade, mas a verdade é que a eliminatória está totalmente em aberto. Quem vencer em Buenos Aires já sabe que irá defrontar o vencedor da eliminatória entre o Flamengo e o Tolima.

No outro jogo disputado na última madrugada, o Athletico Paranaense de Luiz Felipe Scolari venceu os paraguaios do Libertad por 2-1,

Relacionados

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados