Corpo de José Eduardo dos Santos já está em Angola

CNN Portugal , RL - atualizada às 19:20
20 ago, 10:16

Funeral do antigo presidente angolano realiza-se no dia 28

O corpo de José Eduardo dos Santos chegou às 19:15 deste sábado a Luanda.

O porta-voz do MPLA, Rui Falcão, admitiu que o funeral de José Eduardo dos Santos deve realizar-se em Luanda no dia 28 de agosto, coincidindo com a data do seu aniversário. “Temos eleições no dia 24 de agosto e o MPLA vai vencê-las, isso para nós é o mais importante. Depois das eleições vamos fazer o ato que ele merece”, declarou.

No entanto, ao que tudo indica, as cerimónias fúnebres vão estar abertas à população já na segunda e terça-feira, ou seja, durante a campanha eleitoral em Angola. "Há obviamente aproveitamento político por parte do MPLA", afirma Emídio Fernando, diretor da Rádio Essencial de Angola, à CNN Portugal.

José Eduardo dos Santos, que governou Angola de 1979 a 2017, morreu, a 8 de julho, com 79 anos, em Barcelona, Espanha, onde passou a maior parte do tempo nos últimos cinco anos.

Duas fações da família dos Santos disputaram, na Vara de Família do Tribunal Civil da Catalunha, quem ficará com a guarda do corpo de José Eduardo dos Santos.

De um lado, está Tchizé dos Santos e os irmãos mais velhos, que se opõem à entrega dos restos mortais à ex-primeira-dama e são contra a realização de um funeral de Estado antes das eleições de 24 de agosto em Angola para evitar aproveitamentos políticos.

Do outro, está a viúva Ana Paula dos Santos e os seus três filhos em comum com José Eduardo dos Santos, que reivindicam também o corpo e querem que este seja enterrado em Angola nos próximos tempos.

Na quarta-feira, o tribunal decidiu-se pela atribuição do cadáver à antiga mulher e autorizou a trasladação para Angola, depois de concluir definitivamente que José Eduardo dos Santos morreu de causas naturais.

No entanto, na sexta-feira, o tribunal de Barcelona tinha admitido o recurso de Tchizé dos Santos, que contestava a atribuição da custódia do corpo do ex-presidente de Angola. A verdade é que, apesar desse recurso ter sido aceite, nesta altura, o corpo de Eduardo dos Santos está a caminho de Luanda.

Relacionados

África

Mais África

Patrocinados