Ronaldo vê golaço anulado, Al Hilal de Jesus bate Al Nassr e reforça liderança

1 dez 2023, 20:25
Rúben Neves e Otávio no Al Hilal-Al Nassr (Foto: Al Hilal)

Triunfo por 3-0, com três golos sérvios, um de Milinkovic-Savic e dois de Mitrovic, que bisou para lá do minuto 90

O Al Hilal, treinado pelo português Jorge Jesus, recebeu e venceu o Al Nassr, de Luís Castro, Cristiano Ronaldo e Otávio, por 3-0, no jogo grande da 15.ª jornada, que opôs os dois primeiros classificados da liga da Arábia Saudita.

O jogo ficou decidido com três golos na segunda parte e da autoria de dois jogadores sérvios, Milinkovic-Savic e Mitrovic, para deixar a equipa dos portugueses Jorge Jesus e Rúben Neves com sete pontos de vantagem na liderança, face ao Al Nassr: 41 para 34 pontos.

A primeira parte teve um Al Hilal mais rematador e perto do golo e um Al Nassr com mais bola, mas terminou com o 0-0 e já sem Alex Telles em campo. O lateral-esquerdo ex-FC Porto, agora no Al Nassr, saiu com problemas musculares aos 37 minutos. No caminho para os balneários, adeptos gritaram por Messi nas bancadas e Ronaldo mandou... beijinhos.

Os golos ficaram reservados para a segunda parte, o primeiro deles aos 64 minutos, com Milinkovic-Savic a dar vantagem ao Al Hilal, de cabeça, após cruzamento de Saud Abdulhamid do lado direito.

O golo de Milinkovic-Savic:

O jogo ganhou vida com o 1-0 e Cristiano Ronaldo até marcou o que seria o golo do empate, aos 74 minutos, mas estava ligeiramente adiantado face ao último defesa. A finalização é espetacular, mas não contou e o Al Hilal manteve-se na frente do marcador. De nada valeram, também, os protestos de Luís Castro, a mostrar o telemóvel com as imagens do lance ao quarto árbitro.

À entrada do minuto 90, o Al Hilal deu a sentença no jogo, com Mitrovic, após canto de Salem Al Dawsari, a desviar de cabeça para o fundo da baliza. Cristiano Ronaldo ficou a pedir falta do sérvio na área, mas o árbitro colombiano Wilmar Roldán validou o lance. Já com a bola ao centro, Ronaldo fez, pela terceira vez na segunda parte, um gesto polémico: de quem dá a entender que o jogo está comprado.

O golo anulado a Ronaldo:

Quem foi alheio a tudo isso foi o Al Hilal e, sobretudo, Mitrovic, que após um duelo ganho por Milinkovic-Savic de cabeça, à entrada da área, assinou o 3-0 no terceiro de nove minutos de compensação. Na sequência dos festejos, o insólito aconteceu: Al Bulayhi, do Al Hilal, foi expulso com cartão vermelho. Em causa esteve um gesto na direção dos adeptos do Al Nassr: dentro da baliza, junto às redes, levou as mãos junto à testa, de como quem vê o adversário lá longe… agora a sete pontos da liderança.

Os golos de Mitrovic:

O Al Nassr ainda marcaria por Maran, aos 90+7m, após cruzamento de Ronaldo, mas o português estava em posição irregular e o lance foi invalidado.

O Al Hilal somou a oitava vitória seguida no campeonato, continua invicto, impôs a terceira derrota na liga ao Al Nassr e sai desta jornada por cima, num duelo direto pelo título.

O gesto que valeu a expulsão a Al-Bulayhi:

Relacionados

Patrocinados