Champions asiática: Al Hilal de Jesus vence no Uzbequistão e garante «oitavos»

28 nov 2023, 18:10
Malcolm, Al-Hilal (foto: @Alhilal_FC)

Triunfo sobre o Navbahor por 2-0 num jogo que ficou marcado por duas penalidades desperdiçadas pela equipa saudita

O Al Hilal de Jorge Jesus foi ao Uzbequistão vencer o Navbahor por 2-0 e, desta forma, garantiu, desde já, qualificação direta para os oitavos de final da Liga dos Campeões asiática. Com Rúben Neves indisponível, o capitão Al-Dawsari acabou por ser a grande figura desta partida, ao confirmar a vitória da equipa saudita, com um grande golo, depois de ter desperdiçado duas grandes penalidades.

CONFIRA O FILME DO JOGO

Uma autêntica final entre duas equipas que chegaram à quinta jornada empatadas na classificação, com três vitórias e um empate para cada lado. Uma final com a aliciante de que quem vencesse esta terça-feira, ganharia um «bilhete» direto para os oitavos de final da maior competição de clubes da Ásia, relegando o derrotado para um play-off.

Sem Rúben Neves, a recuperar de lesão, Jorge Jesus deixou ainda os avançados Malcom e Mitrovic, melhor marcador da equipa, no banco, para uma primeira parte totalmente controlada pela equipa saudita, pelo menos em termos defensivos, embora com pouca profundidade em termos ofensivos.

Apesar de tudo, o Al Hilal contou com uma oportunidade soberana para abrir o marcador, aos 10 minutos, na sequência de uma falta de Djokic na área, mas Al-Dawsari, desde a marca dos onze metros, permitiu a defesa de Yusupov. O intervalo chegou a voar, com poucas oportunidades junto das balizas, mas com um evidente ascendente da equipa de Jorge Jesus.

O jogo seguiu equilibrado na segunda parte, até o árbitro assinalar novo penálti para o Al Hilal, depois de um alerta do VAR. Na sequência de um remate de Abdullah Al Hamdan, Ivanovic cortou em carrinho, mas deixou os braços para trás e acaba por desviar a bola de forma irregular. Al-Dawsari voltou a assumir a responsabilidade, mas Yusupov voltou também a defender. No entanto, Malcom, que tinha acabado de entrar, acabou por marcar na recarga. Mesmo antes do castigo máximo, Jorge Jesus lançou para a contenda, de uma assentada, o avançado brasileiro e também Mitrovic e acabou por ser recompensado logo a seguir.

O Navbahor subiu de imediato a intensidade do jogo, à procura do empate, mas acabou por sofrer um novo golo, dois minutos depois do primeiro, no momento de redenção do capitão Al-Dawsari. Com o guarda-redes do Navbahor adiantado, o internacional saudita fez um chapéu perfeito, com a bola a ganhar altura e a entrar na baliza do guarda-redes uzbeque. Um golo muito festejado por toda a equipa em redor do seu capitão.

Com este triunfo, o Al Hilal, com 13 pontos e vantagem no confronto direto (1-1 na primeira mão), garante desde já o primeiro lugar do Grupo D, com mais três do que o Navbahor que terá de disputar um play-off para poder acompanhar os sauditas para os otavos de final.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados