Rui Rocha rejeita coligações pré-eleitorais

Agência Lusa , AG
25 nov 2023, 21:27
Rui Rocha na convenção da Iniciativa Liberal (António Pedro Santos/Lusa)

Líder dos liberais regista o "interesse e vontade do PSD", mas não muda "o caminho" do partido

O presidente da Iniciativa Liberal, Rui Rocha, reforçou este sábado que não fará coligações pré-eleitorais com outros partidos, defendendo que se todos fizerem o seu trabalho será possível "derrotar o Partido Socialista".

“A Iniciativa Liberal é um partido cheio de energia e nós não podemos, nem vamos, perder essa energia numa coligação pré-eleitoral e isso é bom para derrotar o Partido Socialista”, disse, em declarações aos jornalistas, Rui Rocha, à margem de um jantar com militantes no Porto para celebrar o 25 de novembro.

Questionado pelos jornalistas sobre alguns dos apelos feitos durante o congresso do PSD, de que deveria ser estabelecida “uma base comum” e “coligações pré-eleitorais”, o líder da IL disse registar “o interesse e vontade do PSD”, mas que isso não mudará “o caminho” do partido.

“A Iniciativa Liberal tem sido sempre muito clara. Já dissemos que a Iniciativa Liberal irá a eleições com as suas listas, o seu programa e as suas propostas”, referiu, acrescentando que se todos os partidos fizerem o seu trabalho será possível derrotar o Partido Socialista.

“Se todos fizerem o seu trabalho, tenho a certeza que é possível no dia 11 de março [de 2024] ter, primeiro uma derrota do PS, e depois uma base para discutir o futuro do país. É esse o nosso compromisso”, acrescentou.

O antigo secretário de Estado Manuel Castro Almeida defendeu, numa intervenção perante o 41.º Congresso do PSD, que o partido deve ir a votos em coligação pré-eleitoral.

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados