Sobe para 29 número de mortos em incêndio em hospital de Pequim

Agência Lusa , AM
19 abr 2023, 07:42
Hospital Pequim (@amitsahujourno)

Doze pessoas foram detidas na sequência do incêndio

O número de mortos provocado por um incêndio ocorrido num hospital situado no sudoeste de Pequim aumentou para 29, incluindo 26 pacientes, segundo a mais recente atualização das autoridades chinesas.

Doze pessoas foram, entretanto, detidas, na sequência do incêndio, informou a polícia. Entre os detidos estão o diretor do hospital e funcionários da empresa encarregue das obras de reparação do estabelecimento.

A atualização do número de vítimas incluiu uma enfermeira, um médico assistente e o familiar de um paciente, disse Li Zongrong, vice-chefe do distrito de Fengtai.

O incêndio no hospital privado de Changfeng obrigou à retirada de dezenas de pessoas. Alguns dos pacientes e funcionários conseguiram escapar pelas janelas, ao improvisar uma corda feita com lençóis. A causa do incêndio está sob investigação.

Os bombeiros conseguiram apagar as chamas cerca de meia hora depois, embora a operação de resgate tenha durado aproximadamente duas horas.

Incêndios mortais são comuns na China, onde a fraca aplicação das regras de construção e a construção desenfreada não autorizada podem dificultar a fuga das pessoas de prédios em chamas.

Na segunda-feira, pelo menos 11 pessoas morreram, na sequência de um incêndio numa fábrica na cidade de Jinhua, na província de Zhejiang, no leste da China.

Relacionados

Ásia

Mais Ásia

Mais Lidas

Patrocinados