Cantona está a celebrar as grandes catedrais do futebol (e uma delas é Alvalade)

13 jan 2022, 09:14
Eric Cantona

O antigo jogador realizou uma série de filmes sobre as cidades mais apaixonadas por futebol. A partir daí surgiu a ideia de lançar um projeto de viagens para verdadeiros adeptos. São sete cidades, sete clubes e um deles é o Sporting: para viver a magia de Alvalade num dérbi com o Benfica.

«Andas à procura do jogo bonito? Durante anos percorri o mundo à procura do futebol. Aquele tipo de futebol que põe o coração a saltar e faz o estádio tremer. Se, como eu, procuras uma viagem pelo futebol puro, tenho uma coisa para ti. Um clube, uma cidade, um jogo.»

É desta forma, e bem ao seu estilo, que Cantona dá as boas-vindas ao mais recente projeto: o Looking FC. Um programa que criou com os irmãos Jean-Marie e Joel Cantona para levar os adeptos de futebol durante quatro dias a uma viagem pelos mais fascinantes santuários.

Entre eles, Lisboa, o Estádio de Alvalade e o Sporting-Benfica.

A ideia, conta Cantona, nasceu depois de ter feito uma série de documentários chamados «Looking for...» em várias cidades e com vários clubes. Entre eles o Sporting, claro.

«De Buenos Aires a Barcelona, de Istambul ao Rio de Janeiro, o futebol é mais do que um jogo, é um modo de vida. Eu amo futebol. Eu amo contar histórias. Com os meus irmãos e a nossa produtora Canto Bros fizemos uma série de filmes que exploravam a paixão, a dor, a história, o poder e a magia das capitais do futebol em todo o mundo, com as pessoas que o vivem e respiram todos os dias: os adeptos», explicou.

«Agora trago o espírito do que é o jogo bonito para toda a gente. Sempre quis saltar com os madridistas no Bernabéu, sentir o ritmo de um dérbi de Milão ou cantar bem alto no Kop ' You’ll never walk alone'? Agora pode.»

Basicamente é isto.

Um dos mais icónicos jogadores da história do futebol desenhou com o próprio punho uma série de viagens que combinam o amor pelo jogo com a paixão pelas grandes cidades europeias de futebol. Cada viagem é experiência íntima, limitada a uma lotação máxima de vinte adeptos, e não foi pensada para chegar às massas: pretende atrair os verdadeiros adeptos do futebol puro, duro e visceral.

O projeto foi apresentado esta quarta-feira e, para já, passa por cinco países, sete cidades e dez jogos. Barcelona, Madrid, Manchester, Liverpool, Milão, Paris e Lisboa.

A ideia é acompanhar sete equipas em dez clássicos verdadeiramente empolgantes.

Liverpool-Inter Milão, 6 de março
Real Madrid-PSG, 7 de março
Manchester United-Atlético Madrid, 13 de março
Real Madrid-Barcelona, 18 de março
Liverpool-Manchester United, 18 de março
Barcelona-Sevilha, 1 de abril
Sporting-Benfica, 15 de abril
PSG-Marselha, 15 de abril
Inter-Roma, 22 de abril
Manchester United-Chelsea, 13 de maio

As viagens duram quatro dias e não são baratas: andam ali à volta dos dois mil euros. Curiosamente a viagem a Lisboa para ver o Sporting-Benfica até é a mais barata: 1450 euros, com estadia no Pestana CR7 incluída.

As mais caras são a Liverpool, para ver o Liverpool-Inter Milão, e a Madrid, para ver o Real Madrid-PSG: ambas custam 2620 euros.

Ah, a viagem para a cidade não está incluída: o preço é para estadia, bilhete do jogo, refeições, alguns copos à noite e várias experiências que Cantona aconselha.

«A nossa ideia era criar as experiências de futebol mais apaixonantes do mundo, com carisma e alma», considera a antiga estrela francesa.

«Tudo hoje é feito para otimizar o preço. Nós queremos otimizar a paixão.»

O itinerário em Lisboa começa com uma visita ao Estádio de Alvalade, seguido de um workshop para aprender os cânticos das claques leoninas e, para terminar o dia, um jantar de estilo familiar num restaurante de sportinguistas.

O segundo dia começa com uma caminhada pelos locais que Ronaldo frequentava quando viveu na capital e um almoço num mercado tradicional. Segue-se a viagem para Alvalade, para aproveitar o ambiente junto às roulottes do estádio e beber umas cervejas, antes de entrar para a bancada para viver o grande dérbi. Após o jogo, há copos na zona histórica.

O terceiro dia arranca com uma manhã livre, a que se segue uma aula sobre a história do Sporting num núcleo leonino. Para a noite fica reservado o jantar e mais copos num Sports Bar. O último dia é todo ele dedicado à viagem de regresso a casa.

«Lisboa pode ser a capital mais pequena da Europa, mas quando se trata de futebol torna-se grande. Os adeptos do Benfica e do Sporting ligam pouco uns aos outros, mas amam a sua cidade, do Tejo às Sete Colinas. Aqui vive o fado, aqui Ronaldo fez história, Lisboa é futebol e futebol é tudo.»

A viagem garante, de resto, unir os visitantes a pessoas reais, estabelecendo relações reais. Por isso o passeio em Lisboa contará com a presença de adeptos do Sporting, que prometem tornar a experiência mais verdadeira. No entanto, e antes disso, Cantona diz que é necessário quem chega a Lisboa saber dizer uma frase em português perfeito. «Vamos ver o Sporting!»

Refira-se que este projeto é totalmente independente dos clubes, ou seja, o Sporting não participa nele. As atividades que Cantona propõe são todas elas abertas ao público, algumas mediante compra de um bilhete, pelo que são experiências que qualquer adepto pode viver.

A ideia do francês era mesmo essa: não criar um circuito comercial ou artificial.

Por isso em Liverpool, por exemplo, os adeptos vão visitar um banco alimentar do clube para apoiar a comunidade local e vão aprender a história do You’ll never work alone no Jurgen’s Bierhaus, o mais famoso pub para adeptos dos Reds.

Em Paris há peticos após o jogo numa taberna turca muito popular entre os adeptos do PSG, em Madrid há pequeno almoço no famoso Café el Pavon, durante a feira del Rastro e há um encontro com um jornalista do El País para falar da história do Real Madrid.

Em Barcelona está combinada uma tarde inteira a beber e cantar na mais famosa Peña, a Cinc Copes, em Milão há um passeio pelos murais de San Siro guiado por dois artistas e há um encontro com uns mecânicos que fizeram um campo dentro da garagem.

Vale a pena dizer, por fim, que o Looking FC é um projeto que conta com a parceria da DHARMA, uma startup de viagens de nicho lançada em 2018, e que no futuro quer chegar a cidades como Buenos Aires ou Casablanca. Sim, que Cantona não fica por aqui.

Au revoir.

 

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados