Aeroporto de Hamburgo continua encerrado. Homem que fez criança refém e estacionou carro debaixo de avião pode ter explosivos

Andreia Miranda , Notícia atualizada às 10:28
5 nov 2023, 08:14

Autoridades estão no local e os negociadores continuam em contacto com o homem - que permanece com a criança dentro do carro -, sendo que a mãe do menor também já falou com o pai da criança

O aeroporto de Hamburgo, na Alemanha, continua fechado este domingo depois de um homem com uma criança ter passado por uma barreira e entrado no local. Em causa estará a guarda do menor de quatro anos que foi feita refém pelo pai.

"A situação no aeroporto permanece inalterada, a operação policial continua. As operações de voo permanecerão suspensas até novo aviso. A polícia pede a todos os passageiros e a quem os recolhe que NÃO venham ao aeroporto. As estradas de acesso estão em grande parte bloqueadas.

Segundo um porta-voz da polícia à Reuters, o suspeito, de 35 anos, estacionou o carro debaixo de um avião, onde permanece até ao momento, com a filha. As autoridades estão no local e os negociadores continuam em contacto com o homem, sendo que a mãe da menor - que se encontra bem - também já falou com o suspeito.

As informações iniciais davam conta que o homem estava armado e tinha disparado a arma por duas vezes, tendo ainda lançado duas garrafas a arder, naquilo que a polícia descrevia como uma espécie de cocktail molotov. No entanto, depois de terem dito que não confirmavam essa informação, a polícia de Hamburgo voltou atrás e diz agora que tem de "presumir que o suspeito possui uma arma de fogo real e possivelmente também explosivos de tipo desconhecido".

No site do aeroporto de Hamburgo, tal como no X (antigo Twitter), a informação disponibilizada é de que todos os voos foram suspensos.

As autoridades aeroportuárias de Hamburgo informaram que 286 voos com cerca de 34.500 passageiros estavam previstos para este domingo.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados