Moradores de cidade invadida dão "bolos envenenados" a militares russos

CNN Portugal , HCL
2 abr, 17:41
Guerra na Ucrânia (AP Photos)

Informação foi avançada pelo Departamento de Inteligência do Ministério da Defesa ucraniano. Há pelo menos duas mortes e 28 soldados precisaram de assistência urgente

O Departamento de Inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia revelou este sábado que residentes da cidade de Izium, controlada pelas forças do Kremlin, mataram dois militares russos "com bolos envenenados".

Para além das duas mortes contabilizadas pela Ucrânia, outros 28 tropas foram enviados para uma Unidade de Cuidados Intensivos da cidade. Até ao momento, avança a mesma autoridade, 500 soldados da Rússia estão nos hospitais do país a ser tratados por intoxicação.

 

"Os moradores da cidade de Izium "trataram" os ocupantes com bolos envenenados. Como resultado, dois ocupantes morreram de uma só vez, outros 28 foram levados para a unidade de cuidados intensivos. Cerca de 500 militares russos estão em hospitais devido a intoxicação grave de origem desconhecida", afirma o Departamento de Inteligência.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que matou pelo menos 1.325 civis, incluindo 120 crianças, e feriu 2.017, entre os quais 168 menores, segundo os mais recentes dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real de vítimas civis ser muito maior.

A guerra provocou a fuga de mais de 10 milhões de pessoas, incluindo mais de 4,1 milhões de refugiados em países vizinhos e cerca de 6,5 milhões de deslocados internos.

A ONU estima que cerca de 13 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

 

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados