"Esta é sem dúvida a maior perturbação no design do iPhone desde há vários anos": vem aí o modelo 15

CNN , Samantha Murphy Kelly
11 set 2023, 10:40
iPhone carregamento lightning

É já esta terça-feira que a Apple desvenda a nova geração de iPhones

A Apple pode estar prestes a efetuar a maior alteração ao iPhone em 11 anos

por Samantha Murphy Kelly, CNN Business

 

A Apple está pronta para revelar o iPhone 15 esta terça-feira e é amplamente esperado que venha com uma mudança significativa.

Há fortes rumores de que o iPhone 15 vai abandonar o carregador lightning proprietário da Apple em favor do carregamento USB-C, marcando um marco para a empresa ao adotar o carregamento universal. A mudança pode, em última análise, agilizar o processo de carregamento em vários dispositivos - e marcas.

A mudança ocorre menos de um ano depois de a União Europeia ter votado a favor da aprovação de legislação que exige que smartphones, tablets, câmaras digitais, altifalantes portáteis e outros pequenos dispositivos suportem o carregamento por USB-C até 2024. A lei inédita visa reduzir o número de carregadores e cabos com que os consumidores têm de se confrontar quando compram um novo dispositivo e permitir aos utilizadores misturar e combinar dispositivos e carregadores, mesmo que tenham sido produzidos por fabricantes diferentes.

"Esta é sem dúvida a maior perturbação no design do iPhone desde há vários anos, mas, na realidade, não é uma medida dramática", afirma Ben Wood, analista da CCS Insight.

Isso porque a Apple já havia mudado os iPads e MacBooks para carregamento USB-C. Ainda assim, a empresa tem resistido a fazer a mudança no iPhone.

No ano passado, o vice-presidente sénior de marketing mundial da Apple, Greg Joswiak, sublinhou publicamente o valor e a omnipresença do carregador lightning, que foi concebido para um carregamento mais rápido dos dispositivos, mas observou que "obviamente teremos de cumprir" o mandato da UE.

"Não temos escolha, como fazemos em todo o mundo, para cumprir as leis locais, mas pensamos que a abordagem teria sido melhor em termos ambientais e melhor para os nossos clientes não ter um governo a ter essa perspetiva", disse Joswiak na altura.

A decisão da UE faz parte de um esforço maior para combater o lixo eletrónico em geral, mas pode gerar mais resíduos a curto prazo, à medida que as pessoas forem retirando os cabos lightning (é provável que a Apple também tenha de desenvolver um programa de reciclagem de cabos lightning).

Embora a Apple tenha expressado preocupações ambientais sobre o que acontece com os carregadores lightning antigos, a empresa também tem razões financeiras para adiar a mudança.

A história do carregador lightning

A Apple introduziu o carregador Lightning juntamente com o iPhone 5 em 2012, substituindo o antigo conetor de base de 30 pinos por um que permitia um carregamento mais rápido e tinha um design reversível. Também deu início a um negócio de acessórios relacionados, exigindo que os utilizadores comprassem um adaptador lightning de 30 euros para ligar o dispositivo a bases de ligação mais antigas, despertadores e sistemas de altifalantes.

"Para a Apple, tratava-se de controlar o seu próprio ecossistema", afirma David McQueen, diretor da ABI Research. "A Apple ganha um bom dinheiro com a venda de cabos lightning e seus muitos acessórios relacionados. Também recebe uma parte financeira dos acessórios e cabos de terceiros que passam pelo seu programa Made For iPhone. A mudança para o USB tipo C tiraria esse nível de controle, pois o USB-C é um ecossistema muito mais aberto ", diz McQueen.

Além disso, a Apple pode criar seu próprio cabo USB-C de marca para ter um desempenho "melhor com um iPhone", como permitir maior potência para suportar um carregamento mais rápido, minimizando o risco e os danos às baterias, acrescenta.

O que significa isto para os utilizadores do iPhone?

Atualmente, não é claro se a mudança para USB-C vai acontecer para todos os novos modelos do iPhone 15 ou apenas para os dispositivos Pro. A mudança para USB-C provavelmente não será o único incentivo para as pessoas atualizarem, mas pode influenciar alguns consumidores que têm resistido ao iPhone por causa das suas limitações de carregamento, de acordo com Thomas Husson, vice-presidente da Forrester Research.

Espera-se que os dispositivos iPhone 15 sejam fornecidos com um novo cabo na caixa, mas considerando que muitos dispositivos móveis já usam USB-C, incluindo os próprios iPads e MacBooks da Apple, o acesso aos fios de carregamento não deve ser muito difícil ou caro.

"Dada a utilização generalizada do USB-C noutros dispositivos, é difícil imaginar que os clientes sejam totalmente apanhados de surpresa por esta mudança e, a longo prazo, é provável que sejam beneficiados, uma vez que um sistema de carregamento universal tem algumas vantagens muito óbvias", afirma Wood.

A Apple também pode ignorar completamente o carregamento com fio para dar lugar ao carregamento sem fio, mas não tão cedo porque "o carregamento sem fio é atualmente muito mais lento do que com fio", de acordo com McQueen. "Teremos de esperar para ver isso."

Patrocinados