A moda do "chá de revelação" já chegou a Portugal (mas nem sempre corre bem)

CNN Portugal , BCE
8 out 2022, 16:00
A moda dos chás de revelação já chegou a Portugal (Pexels)

Tal como acontece em aniversários, batizados, casamentos ou outras cerimónias, muitas famílias recorrem a empresas de organização de eventos e os orçamentos podem chegar aos quatro dígitos

Um espaço decorado com balões, convidados vestidos a rigor, um bolo que chama a atenção e até fogo de artifício. Não, não é um aniversário, nem um batizado ou casamento. É um chá de revelação (ou 'gender reveal', como é conhecido internacionalmente) e a moda, que surgiu nos Estados Unidos e no Brasil, já chegou a Portugal: são cada vez mais os casais que optam por celebrar a revelação do sexo do bebé.

São sobretudo casais jovens, que querem marcar o nascimento do seu primeiro filho com pompa e circunstância, e, para tal, contam com o envolvimento do(a)s obstetras, que acabam por "alinhar na brincadeira", e, muitas vezes, com uma empresa de organização de eventos, que fica encarregue de planear a festa ao pormenor.

Fernando Cirurgião, ginecologista e obstetra no Hospital Lusíadas, conta à CNN Portugal que é cada vez "mais frequente" receber em consulta casais que não querem saber o sexo do bebé até fazerem um chá de revelação. O pedido é feito logo na primeira consulta, principalmente por casais mais jovens, que aguardam o primeiro filho, acrescenta. 

Assim que é possível determinar o sexo do bebé - geralmente, a partir das 12 semanas de gestação -, o segredo fica nas mãos do obstetra, que escreve o mesmo num papel para informar a organização do evento, ou até mesmo de um familiar ou amigo próximo do casal.

"Nós [obstetras] até alinhamos nessa brincadeira, fazendo algo tão simples como escrever num papel, dobrá-lo, agrafá-lo e colocar num envelope para se tornar ainda mais discreto e o casal fica com o compromisso de não ver. Também acontece, por vezes, o casal já ir acompanhado de alguém a quem é entregue essa declaração, como o futuro padrinho ou madrinha [do bebé], um familiar próximo, ou seja, alguém que diz muito ao casal e com quem querem partilhar essa alegria", conta Fernando Cirurgião.

No caso de Sara Gomes, criadora de conteúdos digitais que vive em Famalicão, o segredo ficou bem guardado nas mãos da irmã, que ficou responsável por gerir o planeamento da revelação com as empresas da organização do evento. Ao invés das cores mais tradicionais (rosa e azul), Sara optou pelo verde e lilás, tendo sido essa a paleta de cores da decoração da festa - dos balões ao fumo que faria a revelação do sexo do bebé (lilás para menina, verde para menino).

O momento da revelação foi gravado e mostra a alegria do casal e dos convidados ao descobrirem que seria um menino. Aliás, já tinha um nome: Oliver. Mas qual não foi a surpresa de Sara quando, dias mais tarde, descobriu que afinal está grávida de uma menina. 

"Tive uma crise de riso", recorda, explicando depois o que aconteceu: inicialmente, Sara fez uma revelação do sexo em 4D, uma ecografia em alta definição, que mostrou que estaria grávida de um menino, informação que ficou guardada num papel dentro de uma caixa, que foi depois entregue à irmã. Uma semana depois, Sara e o marido organizaram o chá de revelação, onde ficaram a saber o sexo do bebé que aguardam ansiosamente. Contudo, às 22 semanas de gestação, numa outra ecografia com uma outra médica, descobriu que, afinal, seria mãe de uma menina.

Apesar da surpresa, Sara, que sempre sonhou fazer um chá de revelação quando engravidasse, diz não ter ficado desiludida, até porque era-lhe indiferente ser menino ou menina, uma vez que o importante era partilhar o momento com familiares e amigos. "São as pessoas que fazem o momento", diz.

Quanto custa um chá de revelação?

O caso de Sara é particular, uma vez que, como criadora de conteúdos digitais, pôde contar com a parceria de várias marcas e empresas. O orçamento depende muito do tipo de festa - há quem decida fazer em casa, outros alugam um espaço para eventos; há quem convide apenas os familiares e quem acrescente amigos à lista de convidados, que pode chegar às centenas.

No final, todos os pormenores contam, diz Sara, que aponta que este chá de revelação, para o qual convidou cerca de 25 familiares e amigos, terá rondado cerca de 3.500 euros no total, contando com o espaço, o fotógrafo, os doces e a decoração.

Tal como acontece em aniversários, batizados, casamentos ou outras cerimónias, muitas famílias recorrem a empresas de organização de eventos, como a Confetti, uma empresa portuguesa que planeia a festa e fica encarregue da decoração.

Contactada pela CNN Portugal, Joana Ferreira Santana, a responsável da Confetti, afirma que tem vindo a notar um aumento da procura para realizar chás de revelação, sobretudo desde o ano passado. A empresária esclarece que neste tipo de eventos o orçamento depende de muita coisa: do número de convidados, do espaço onde vai decorrer a festa, das decorações, do bolo e dos doces, etc. "Podemos estar a falar de um evento mais pequeno, que ronda os 450 euros, ou de um evento maior, com outro tipo de decoração, que pode chegar aos 1.000 euros", diz.

Alguns clientes optam mesmo por fazer "dois em um", isto é, juntam o chá de bebé (o chamado 'baby shower') com o chá de revelação. Na verdade, as duas festas acabam por ser muito semelhantes, como explica Joana: "Enquanto o chá de bebé é um evento para celebrar a gravidez, no qual os convidados oferecem presentes de acordo com a lista de necessidades dos pais até ao nascimento do bebé, o chá de revelação já não inclui a lista de presentes e é marcado pela revelação do sexo."

O momento da revelação pode assumir várias formas e é nessa altura que os mais criativos dão asas à sua imaginação. De acordo com a empresária, as revelações mais comuns incluem o rebentar de um balão cheio de confetes de uma das duas cores pré-definidas para representar cada sexo, a abertura de uma caixa repleta de balões de uma determinada cor ou até mesmo o corte de um bolo, cujo recheio revela o sexo do bebé.

Para já, a Confetti ainda não recebeu pedidos fora do comum, mas a verdade é que há quem se lembre de tudo para tornar o momento da revelação inesquecível - por vezes, com consequências desastrosas.

Quando os chás de revelação correm muito mal

À medida que os chás de revelação se assumem cada vez mais como uma celebração como qualquer outra, surgem também notícias que mostram como a criatividade tem limites.

No Brasil, por exemplo, um casal decidiu tingir a água da cascata Queima-Pé (no estado de Mato Grosso) de azul no momento da revelação. O casal partilhou o vídeo nas redes sociais, mas acabou por apagá-lo depois de ser alvo de várias críticas por parte dos internautas.

Ainda assim, mutiplicaram-se as cópias do vídeo na Internet, e o caso já chegou ao Ministério Público de Mato Grosso. De acordo com o The Washington Post, o ministério já abriu uma investigação para perceber se a água da cascata ficou contaminada, o que, a confirmar-se, pode colocar colocar em risco o abastecimento de água em Tangará da Serra, cidade que nos últimos anos tem vindo a sofrer com uma situação de seca severa.

Num outro caso, no México, um casal contratou dois pilotos para uma revelação em alto mar, em abril de 2021. A família, que se encontrava num barco na Lagoa Nichupte, na costa leste de Cancún, gravou o momento em que a aeronave, uma Cessna 206, fazia acrobacias no céu e revelava o sexo da bebé: era uma menina. Porém, aquele que seria um momento de felicidade acabou por tornar-se numa tragédia - a aeronave caiu no mar e os dois pilotos acabaram por morrer.

Em setembro de 2020, um chá de revelação também teve um final trágico, com a morte de um bombeiro de 39 anos que tentava combater um incêndio que lavrava há 12 dias no Parque El Dorado, cerca de 120 quilómetros a leste de Los Angeles (EUA). O incêndio deflagrou depois de um casal ter tentado detonar uma bomba de fumo para revelar o sexo do seu bebé. As chamas devastaram a Floresta Nacional de San Bernardino, queimando mais de 20.000 hectares, destruíram cinco habitações e 15 edifícios, e provocaram ferimentos em 13 pessoas, incluindo outros dois bombeiros que tentavam combater as chamas.

Família

Mais Família

Mais Lidas

Patrocinados