Galp aumenta preço do gás natural em 4% a partir de outubro e mantém eletricidade

Agência Lusa , MM
25 ago 2023, 17:50
Refinaria da Petrogal em Matosinhos

O preço final da eletricidade está dependente das tarifas de acesso às redes, publicadas pela ERSE

A Galp vai aumentar os preços do gás natural em média em 4%, a partir de 01 de outubro, mas manterá inalterado o preço da eletricidade até ao final do ano, segundo indicou fonte oficial à Lusa.

“A Galp irá proceder a uma atualização dos preços do gás natural a partir do dia 01 de outubro, com uma subida média de 4% que reflete o aumento dos custos de energia nos mercados grossistas e a subida das tarifas de acesso às redes regulada” pela ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, adiantou. 

Por outro lado, destacou a Galp, “o preço da eletricidade permanecerá inalterado até ao final do ano”.

Assim, “para o cliente tipo mais comum na carteira de clientes da Galp, correspondente a uma família com dois filhos”, a atualização na faturação de gás natural face à tabela atual “traduz-se num aumento médio de 70 cêntimos por mês”, no primeiro escalão de gás natural, com um consumo médio mensal de 134 kWh (quilowatt-hora).

Este aumento segue-se a uma descida anunciada pela Galp, em média de 10%, nos preços do gás natural e eletricidade a partir de julho passado, tendo na altura justificado a queda com "a evolução favorável que se tem verificado nos mercados grossistas de ambas as formas de energia".

O preço final da eletricidade está dependente das tarifas de acesso às redes, publicadas pela ERSE.

A tarifa de acesso às redes é paga por todos os consumidores, independentemente de estarem no mercado regulado ou no liberalizado e reflete o custo das infraestruturas e dos serviços utilizados por todos os consumidores de forma partilhada.

Mais Lidas

Patrocinados