Quatro sismos sentidos na ilha açoriana do Faial nos últimos dois dias

Agência Lusa , HCL
9 jul, 22:26
Sismo

O último sismo sentido teve magnitude de 3,7 na escala de Richter

 Quatro sismos foram sentidos pela população do Faial, Açores, nos últimos dois dias devido à “intensidade sísmica” que tem vindo a ser registada ao longo da última semana naquela ilha, foi anunciado este domingo.

Segundo a informação disponibilizada pelo Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) o último sismo sentido teve magnitude de 3,7 na escala de Richter, tendo acontecido às 17:37 deste domingo (hora local), com epicentro a 24 quilómetros do Capelo.

Aquele evento foi sentido com intensidade máxima de IV (segundo a Escala de Mercalli Modificada) na freguesia de Capelo, no concelho da Horta.

No sábado foram sentidos três abalos: o primeiro de magnitude de 3,3 (escala de Richter) foi registado às 00:16, o segundo de magnitude de 3,8 ocorreu às 11:45 e o terceiro de magnitude 3,3 aconteceu às 13:24.

Segundo o CIVISA, os eventos inserem-se “na atividade sísmica que se tem vindo a registar" ao largo da ilha do Faial nos últimos dias.

Também este domingo foi registado um sismo com magnitude 2,5 em São Jorge, que se enquadra na “crise sismovulcânica em curso na ilha desde março de 2022”.

Segundo a escala de Richter, os sismos são classificados segundo a sua magnitude como micro (menos de 2,0), muito pequenos (2,0-2,9), pequenos (3,0-3,9), ligeiros (4,0-4,9), moderados (5,0-5,9), forte (6,0-6,9), grandes (7,0-7,9), importantes (8,0-8,9), excecionais (9,0-9,9) e extremos (quando superior a 10).

A escala de Mercalli Modificada mede os "graus de intensidade e respetiva descrição".

Quando há uma intensidade IV, considerada moderada, os “carros estacionados balançam”, as “janelas, portas e loiças tremem” e “os vidros e loiças chocam ou tilintam”, podendo as paredes ou estruturas de madeira ranger, revela o Instituto do Mar e Atmosfera (IPMA) na sua página da Internet.

Com intensidade V, considerada forte, os sismos são sentidos fora de casa, as pessoas são acordadas, os líquidos oscilam e alguns extravasam, pequenos objetos em equilíbrio instável deslocam-se ou são derrubados, as portas oscilam, fecham-se ou abrem-se, ao passo que os estores e quadros se movem e os pêndulos de relógios param ou alteram o estado de oscilação, de acordo com a descrição do IPMA.

País

Mais País

Mais Lidas

Patrocinados