Simeone saiu em defesa de Koeman: «Demonstrou personalidade»

1 out 2021, 15:01
Real Madrid-Atlético de Madrid (Lusa)

Conferência de imprensa de antevisão do embate entre o Atlético Madrid e o Barcelona ficou marcada pela situação «incómoda» do treinador holandês

Na véspera do Atlético Madrid receber o Barcelona no Wanda Metropolitano, Diego Simeone fez questão de deixar uma mensagem forte de solidariedade dirigida a Ronald Koeman que passa por um momento extremamente difícil no clube catalão, acentuado com a recente derrota no Estádio da Luz, diante do Benfica.

A imprensa espanhola não se cansa de repetir que este será o último jogo do antigo internacional holandês no banco do Barça e aponta uma série de possíveis sucessores. É neste contexto que Simeone sentiu a necessidade em sair em defesa do companheiro de profissão, relegando o grande jogo deste sábado para segundo plano.

«Seguramente que está numa situação muito incómoda, do nosso lado, dos treinadores, como colegas, respeitamos Koeman como treinador», começou por salientar. Mas disse mais, considerando que o seu homólogo do Barça, pelo menos «visto de fora, demonstrou sempre personalidade» porque disse sempre o que pensava, mesmo estando pressionado pela estrutura do clube.

«Não sou eu que devo avaliar. Respeito Koeman, desejo-lhe o melhor como colega. Mostrou sempre muita personalidade», disse ainda, antes de referir que não pretende intrometer-se nos assuntos internos do Barcelona.

Voltando ao futebol, Simeone diz que olha para o plantel do Barcelona e vê «magníficos jogadores», mesmo depois da saída de Lionel Messi.

«Imaginamos tantas coisas e não sabemos se vão mesmo acontecer, falar do que se imagina é muito complexo. A realidade é que o vai acontecer amanhã no jogo. Vamos ver. O Barça tem uma forma de jogar que sempre esteve ligada à pressão, ao jogo associativo, à personalidade que exibe no campo do adversário. Foi isso que o levou aos grandes êxitos. Não imagino outra coisa», destacou ainda.

Relacionados

Patrocinados