Rubiales: «Demissão? Não quero que isto afete a candidatura ao Mundial 2030»

12 set 2023, 23:13
Luis Rubiales (AP Photo/Manu Fernandez)

Antigo presidente da Real Federação Espanhola de Futebol justificou a decisão de abandonar o cargo, na sequência do beijo que deu, sem consentimento, a Jenni Hermoso

Luis Rubiales admitiu que a decisão de demitir-se do cargo de presidente da Real Federação Espanhola de Futebol também teve a ver com o facto de a Espanha estar a candidatar-se à organização do Mundial 2030, juntamente com Portugal e Marrocos.

Em entrevista à Talk TV, na qual anunciou a decisão de abdicar do cargo, o dirigente afirmou que não quer prejudicar a candidatura ibérica, com a participação do país africano.

«Não vou continuar. Estou suspenso e vou continuar. Amo o meu país e não quero que isto afete. Também estamos na corrida para organizar o Mundial 2030, lutámos muito por isto e então acho melhor sair», começou por dizer.

«Não quero ser egoísta. A situação mudou muito neste período de três semanas desde que disse que não ia demitir-me. A vida é mesmo assim. Tem coisas boas e más. Sou jovem e só quero ter saúde e estar com a minha família», acrescentou.

Luis Rubiales, recorde-se, demitiu-se na sequência do beijo que deu, sem consentimento, à futebolista Jenni Hermoso, nas celebrações da vitória da Espanha no Mundial feminino.

Relacionados

Patrocinados