Araújo atira-se a Gundogan: «Tenho valores que têm de ser respeitados»

18 abr, 13:58

Uruguaio que foi expulso frente ao PSG não comenta as críticas do companheiro de equipa no Barcelona e agradece o apoio dos adeptos

A expulsão de Ronald Araújo continua a dar que falar e esta quinta-feira, foi mesmo o internacional uruguaio a abordar o tema.

Durante a apresentação do livro «Relatos solidarios del Deporte», Araújo foi questionado sobre as críticas de Gündogan, que se mostrou dececionado com a má abordagem do central, numa fase ainda bastante precoce do encontro.

«Prefiro guardar para mim o que penso sobre as declarações do Gündogan, tenho códigos e valores que têm de ser respeitados. Estou triste pela eliminação, assim como todos os adeptos, tínhamos nas mãos a passagem às «meias», mas não conseguimos», começou por afirmar.

Ronald Araújo disse não se sentir responsável pela eliminação do Barcelona da Liga dos Campeões, mas admitiu que o facto da equipa ter ficado reduzida a dez elementos condicionou toda a estratégia.

«Não me sinto responsável pela eliminação, obviamente que condicionou tudo porque ficámos a jogar com dez, mas depois existem muitas outras coisas que ocorreram durante o jogo. Sei que podia ter contribuído para a equipa, mas fico feliz pelo apoio que os adeptos me deram, mesmo quando estava a sair do campo, após a expulsão», confessou.

O central uruguaio disse ainda que as negociações para uma eventual renovação estão bem encaminhadas e um novo acordo pode ser assinado no fim da temporada.

 

Relacionados

Champions

Mais Champions

Patrocinados