Nebulosa da Chama captada em novas e impressionantes imagens

CNN , Ashley Strickland
14 jan, 11:00
Esta nova imagem mostra a Nebulosa da Chama e os seus arredores, captados em ondas de rádio usando o Atacama Pathfinder Experiment no Chile
Esta nova imagem mostra a Nebulosa da Chama e os seus arredores, captados em ondas de rádio usando o Atacama Pathfinder Experiment no Chile

PUB

A Nebulosa da Chama é uma das muitas gemas que fazem parte da constelação de Órion, e os astrónomos captaram agora uma nova perspetiva desse impressionante elemento celestial. Embora a Nebulosa da Chama pareça fazer jus ao seu nome, a imagem de fogo na verdade representa o aspeto das nuvens interestelares nas ondas de rádio.

A observação foi feita pelo APEX (Atacama Pathfinder Experiment), que é operado pelo Observatório Europeu do Sul (ESO) no deserto do Atacama, no Chile.

PUB

Órion não é apenas uma constelação popular. É também nesta região do céu que nuvens gigantes de hidrogénio levam ao aparecimento de novas estrelas e planetas. As nuvens moleculares estão entre 1300 e 1600 anos-luz de distância do nosso planeta.

A Nebulosa da Chama tem um aglomerado de estrelas jovens no seu centro. Essas estrelas libertam radiação de elevada energia, o que faz com que as nuvens de gás brilhem de forma espetacular.

As novas imagens são o resultado de observações feitas há alguns anos por Thomas Stanke, um antigo astrónomo do Observatório Europeu do Sul, e pela sua equipa. As imagens recém-processadas da Nebulosa da Chama, juntamente com as outras observações, foram aceites para publicação na revista Astronomy & Astrophysics.

PUB
PUB
PUB

Este novo olhar sobre as características definidoras de Órion surgiu depois de ser instalado no Atacama Pathfinder Experiment o novo instrumento SuperCam. 

O instrumento foi projetado para observar as nuvens moleculares espalhadas pela Via Láctea. Para esta pesquisa em particular, a equipa usou-o para procurar ondas de rádio emitidas pelo monóxido de carbono nas nuvens de Órion.

“Como os astrónomos gostam de dizer, sempre que há um novo telescópio ou um novo instrumento por perto, observemos Órion; haverá sempre algo novo e interessante para descobrir”, afirmou Stanke num comunicado.

Enquanto observavam a Nebulosa da Chama e os seus arredores, os investigadores também viram nuvens que refletiam a luz de estrelas próximas e descobriram uma nova e pequena nebulosa circular que apelidaram de Nebulosa da Vaca. O SuperCam pode ajudar os astrónomos a mapear estes berçários estelares onde nascem as estrelas.

A Nebulosa da Chama domina a metade esquerda dentro do retângulo amarelo da imagem abaixo. À direita está um reflexo da nebulosa NGC 2023 e, no canto superior direito, está a Nebulosa Cabeça de Cavalo.

PUB
PUB
PUB

Dada a popularidade de Órion, os telescópios percorreram esta parte do céu numa infinidade de comprimentos de onda de luz.

Apesar da aparência ardente da Nebulosa da Chama, as nuvens são muito frias e atingem apenas algumas dezenas de graus acima do zero absoluto. O zero absoluto situa-se nos 273,15 graus Celsius negativos ou nos 459,67 graus Fahrenheit negativos.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Ciência

Mais Ciência

Patrocinados