Portugal emite 1.250 milhões em dívida até 12 meses a juros mais altos

Agência Lusa , NM
19 jul 2023, 11:31
Notas, dinheiro, euro, poupança. Foto: Adrien Fillon/NurPhoto via Getty Images

No prazo de seis meses foram colocados 350 milhões de euros à taxa de juro média de 3,284%

Portugal colocou esta quarta-feira 1.250 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro (BT), montante igual ao máximo indicativo, a seis e a 12 meses, a juros mais altos nos dois prazos face aos anteriores leilões comparáveis de março, foi anunciado.

Segundo a página da IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública na agência Bloomberg, no prazo de seis meses foram colocados 350 milhões de euros à taxa de juro média de 3,284%, superior à de 2,893%, verificada em 15 de março.

No prazo de 12 meses, foram colocados 900 milhões de euros à taxa de juro média de 3,533%, também superior à taxa de 2,975%, verificada em 15 de março.

A procura de Bilhetes do Tesouro (BT) a seis meses atingiu 993 milhões de euros, 2,84 vezes o montante colocado, e a de BT a 12 meses cifrou-se em 1.392 milhões de euros, 1,54 vezes o montante colocado.

A agência que gere a dívida pública portuguesa tinha anunciado para esta quarta-feira a realização de dois leilões de BT a seis e a 12 meses, com um montante indicativo entre 1.000 e 1.250 milhões de euros.

Numa nota, a instituição precisou que os BT têm maturidade em 19 de janeiro de 2024 (seis meses) e 19 de julho de 2024 (12 meses).

Economia

Mais Economia

Mais Lidas

Patrocinados