Trump processa CNN por alegada difamação e pede indemnização de quase 500 milhões de euros

3 out, 21:59
Donald Trump

Antigo presidente republicano alega que o canal de notícias levou a cabo uma "intensa uma campanha de difamação e calúnias" porque "teme que concorra à reeleição em 2024"

O antigo presidente norte-americano, Donald Trump, avançou com um processo contra a CNN por difamação, avança a agência Reuters esta segunda-feira.

Segundo a imprensa norte-americana, o antigo presidente republicano alega que o canal de notícias levou a cabo uma "intensa uma campanha de difamação e calúnias" contra si porque "teme que concorra à reeleição em 2024". Nesse sentido, pede 475 milhões de dólares como compensação pelos danos.

"A CNN tentou manchar a imagem de Trump com uma série de rótulos cada vez mais escandalosos, falsos e difamatórios de 'racista', 'lacaio russo', 'insurrecional' e, finalmente, 'Hitler'", afirmaram os advogados do ex-presidente no processo no tribunal federal da Florida, citado pela Bloomberg.

A equipa de advogados acusa ainda o canal de destacar "qualquer informação negativa" sobre Donald Trump e de "ignorar todas as informações positivas sobre ele", com o objetivo de o "derrotar politicamente". 

Importa referir que esta é uma ação que ocorre numa altura em que o ex-presidente norte-americano enfrenta uma investigação criminal do Departamento de Justiça por manter registos do governo dos Estados Unidos na propriedade Mar-a-Lago, na Flórida, depois de deixar o cargo em janeiro de 2021.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados