A influente produtora de documentários Jess Search morre aos 54 anos

2 ago, 22:16
Jess Search (Getty Images)

A produtora foi co-fundadora da organização Doc Society. Influente no mundo dos documentários, morreu depois de lutar contra um cancro no cérebro.

A produtora de documentários Jess Search morreu na segunda-feira, em Londres, semanas depois de lhe ter sido diagnosticado um tumor cerebral no início de junho, avança o The Guardian. Search foi uma figura influente no mundo dos documentários, onde dedicou quase duas décadas a esta indústria.

Co-fundadora da Doc Society, uma organização sem fins lucrativos sediada no Reino Unido e criada em 2005, Search estava profundamente empenhada em produzir e financiar documentários por todos os cantos do mundo. O seu envolvimento em centenas de projetos incluiu documentários notáveis como "The End of the Line", que expôs a questão da pesca excessiva, "Virunga", um filme sobre a conservação dos gorilas, e "Citizenfour", um documentário nomeado para um Óscar sobre o denunciante Edward Snowden.

Antes de trabalhar com a Doc Society, Search trabalhou como editora no departamento de documentários do Channel 4. Mais tarde, fundou a Fundação Britdoc em 2005 com o apoio do seu antigo empregador.

Nos seus últimos dias, Search expressou o seu desejo de assegurar a capacidade da Doc Society para produzir filmes centrados nas questões críticas e interligadas das alterações climáticas e da democracia em crise. Os seus colegas partilharam o facto de ela ter continuado a trabalhar com paixão, mesmo depois de ter deixado o cargo de directora devido à sua doença.

A Doc Society divulgou um comunicado a anunciar a morte de Search, descrevendo a produtora como alguém que viveu a vida ao máximo. Apesar do seu diagnóstico, manteve-se otimista e referiu-se a si própria como uma "Lucky Fucker", abraçando as conquistas e os objectivos da sua vida.

Colegas e amigos descreveram-na como uma amiga brilhante, uma mentora e uma grande ativista que lutou por filmes com mensagens poderosas, capazes de mudar mentes e tocar corações.

Antes de morrer, Jess Search lançou um apelo à ação, onde pediu à comunidade documental a continuar a lutar pela mudança e a promover um sistema de distribuição novo, equitativo e politicamente protegido para os meios de comunicação independentes.

Jess acreditava firmemente no poder transformador dos documentários, sublinhando a necessidade de mais democracia e de um novo contrato social entre as pessoas e o Estado para enfrentar a crise climática e conseguir uma transição justa. 

A Doc Society planeia uma celebração da sua vida nos próximos meses, quando a comunidade se reunir para homenagear as suas notáveis contribuições para o mundo do cinema documental.

Relacionados

Artes

Mais Artes

Patrocinados