Vai de férias? Não se esqueça de desligar a ficha dos serviços que não precisa

29 ago 2023, 22:00
Comandos de televisão

PISTAS DE CONSUMO || Durante o mês de agosto, todas as terças-feiras, publicamos uma pista para o ajudar nas férias

Se estiver de partida para férias, há certos serviços que podem ser desligados de forma a não ter um encargo acrescido nas suas finanças pessoais quando regressar. Neste sentido, em conversa com a Deco Proteste, procurámos perceber que tipo de serviços ou equipamentos podem ser suspensos.

Para a associação de Defesa do Consumidor, um dos primeiros passos a tomar consiste em desligar os equipamentos que poderão ficar em standby a consumir eletricidade durante a estadia fora, como televisores ou outros eletrodomésticos. No entanto, também pode desligar o quadro de eletricidade ou cortar a corrente para determinadas divisões, caso sejam vários os aparelhos em causa.

Outra situação que pode ser útil de verificar se é possível consiste na suspensão da mensalidade do ginásio. Segundo a Deco Proteste, há alguns ginásios que permitem recorrer a esse mecanismo sendo possível, em determinados casos, suspender durante um mês, desde que tal esteja previsto no contrato. Adicionalmente, a suspensão não tem de ser exclusiva ao período de férias já que pode abranger outras situações.

Por último, a associação de Defesa do Consumidor aconselha a considerar a suspensão da subscrição de canais, como a Sport TV, que pode ser cancelada em períodos de férias. Porém, convém ressalvar que esta escolha também pode ser válida para outros serviços de subscrição, como nos serviços de streaming.

A associação aponta ainda que, no caso de serviços de eletricidade, telecomunicações ou outros, por exemplo, pode não ser possível fazer a suspensão devido a alguma eventual fidelização. Contudo, se precisar de se ausentar durante um determinado período e o local onde ficar instalado não tiver wi-fi, ou caso a solução disponível não seja suficiente para o que pretende fazer, como estar em teletrabalho, pode sempre considerar ofertas de internet móvel temporária sem fidelização.

A Deco Proteste aponta que os operadores de telecomunicações não são propriamente generosos nas ofertas de internet móvel temporária, sem fidelização, mas a solução mais prática pode ser um tarifário pré-pago para net móvel. Para tal, basta o consumidor adquirir um cartão de net móvel, colocá-lo num router, hotspot ou pen, e o sinal espalha-se, consoante a qualidade da rede no local, sendo apenas necessário fazer carregamentos.

Contudo, é importante estar atento pois alguns planos de net móvel para computador ou tablet não permitem a utilização de roaming.

Relacionados

Economia

Mais Economia

Patrocinados