TVI é líder no digital há 21 meses consecutivos

14 dez 2023, 16:15
Régie

"Big Brother" ou jogos da Liga dos Campeões ajudaram a consolidar o resultado

O grupo de sites da TVI (do mesmo grupo da CNN Portugal) confirmou novamente a liderança digital, posição que mantém há 21 meses consecutivos. O resultado obtido de acordo com o ranking netAudience, o barómetro da Marktest para os media online.

São vários os fatores que justificam o facto da liderança alcançada, sendo que novembro foi marcado por momentos intensos e emocionantes nos sites da TVI e no TVI Player.

Esta edição do “Big Brother” continua ao rubro, repleta de discussões, conflitos e emoções à flor da pele, o que faz os portugueses não quererem perder nada do que se passa no jogo. Além disso, o regresso de Cristina Ferreira às manhãs no “Dois às 10” foi um dos maiores destaques do mês, trazendo consigo uma dose extra de carisma e energia aos espetadores.

A emoção dos jogos da UEFA Champions League, transmitidos em direto no TVI Player, manteve os fãs vidrados nesta que é a maior competição de clubes do mundo.

A SELFIE com as suas grandes entrevistas também captou a atenção do grande público. A inspiradora conversa com Cristina Ferreira, no seu regresso às manhãs da TVI, valeu a atenção de todos, em Campo Maior, onde estava a ser filmada a série “Sr. Rui”, que relata a vida do comendador Rui Nabeiro. A SELFIE entrevistou o ator José Raposo, que interpreta Rui Nabeiro, e as atrizes Ana Guiomar e Carla Andrino, que dão vida a Alice Nabeiro em diferentes momentos da sua vida.

Destaque ainda para o acompanhamento do lançamento da autobiografia Não Há Vidas Perfeitas, de Fernanda Serrano, a entrevista exclusiva com Lucas Dutra, realizador de uma série de curtas-metragens centradas em personagens dos “Morangos Com Açúcar”, e para a conversa com dois dos maiores vultos da cultura portuguesa: Simone de Oliveira e Ruy de Carvalho.

Na CNN Portugal, o mês foi dominado na frente noticiosa pelo processo Influencer, pela consequente demissão do primeiro-ministro António Costa e pelo chamado “caso das Gémeas”. A extensa cobertura editorial destes temas levaram a operação digital da CNN a entrar em “breaking news” várias vezes, gerando intensos picos de procura e consumo de informação. O site manteve a oferta – e a forte procura – também na frente internacional, designadamente com os conflitos em Gaza e na Ucrânia.

Artes

Mais Artes

Patrocinados