Yippie-ki-yay e outras quatro maneiras de ver Bruce Willis, que terminou a carreira devido a doença

30 mar, 22:15

Willis retirou-se do grande ecrã após ser diagnosticado com afasia. Para a história ficam personagens como John McClane e Butch Coolidge

Foi uma notícia que caiu inesperadamente esta terça-feira. Bruce Willis pôs termo à sua carreira de ator, após mais de 40 anos de grandes sucessos nas salas de cinema. O ator americano de 67 anos foi diagnosticado com afasia, um distúrbio de linguagem causado por danos cerebrais que afetam a capacidade de comunicação.

“Para os incríveis fãs de Bruce, queríamos partilhar que o nosso amado Bruce está a passar por alguns problemas de saúde e recentemente foi diagnosticado com afasia, o que está a afetar as suas capacidades cognitivas”, anunciou a família num comunicado publicado nas redes sociais. “Assim, Bruce vai terminar a carreira que tão importante foi para ele.”

A CNN Portugal elaborou uma lista de pelo menos cinco filmes do ator de visionamento obrigatório.

Die Hard – Assalto ao Arranha-céus – 1988

Bruce Willis interpreta John McClane, um polícia nova-iorquino que viaja para Los Angeles para reencontrar a sua mulher. Vê-se apanhado no meio de um assalto comandado pelo terrorista alemão Hans Gruber (Alan Rickman). Quando ouvir a frase “Yippie-ki-yay, motherfucker”, pode esperar o caos total.

Nobody’s Fool (Vidas Simples) – 1994

Trata-se de um filme ao qual não associaríamos imediatamente Willis. Neste drama, o ator interpreta Carl Roebuck, um empresário da construção civil em disputa permanente com um dos seus empregados (papel interpretado por Paul Newman), por quem é várias vezes processado, sempre sem sucesso. Mas a história fica mais séria quando a disputa envolve a mulher de Carl, Toby (Melanie Griffith).

Pulp Fiction – 1994

No papel do lutador de boxe Butch Coolidge, namorado de Fabienne, interpretada pela portuguesa Maria de Medeiros, Willis passa o filme a fugir de Marsellus (Ving Rhames), um criminoso que traiu devido a um combate. Terá escapado? É bem provável que já saiba a resposta, dada a popularidade do filme. Quem não viu, não sabe o que está a perder.

12 Monkeys (12 Macacos) – 1995

A ação deste filme começa no ano 2035, numa realidade em que um vírus mortal elimina quase toda a espécie humana. Willis, no papel de John Cole, é enviado 45 anos para o passado para tentar impedir a libertação do vírus pelo denominado “Exército dos 12 Macacos”.

Sixth Sense (Sexto Sentido) - 1999

Neste outro sucesso dos anos 90, que trouxe para a ribalta o realizador M.Night Shyamalan, Bruce Willis desempenha o papel de um pedopsicólogo (Malcolm Crowe), que tenta ajudar Cole (Haley Joel Osment), um rapaz de nove anos que consegue falar com os mortos, capacidade que a sua família tem dificuldades em aceitar. Crowe consegue ter sucesso em ajudar Cole, mas não sem se aperceber de uma realidade cruel.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Artes

Mais Artes

Patrocinados