Lewis Hamilton está "incrivelmente orgulhoso da Susie Wolff": Federação Internacional de Automobilismo processada

CNN Portugal , MTR
21 mar, 21:15
Susie Wolff

Diretora-executiva do projeto F1 Academy apresenta queixa-crime contra a entidade reguladora da Fórmula 1

Susie Wolff, diretora executiva do projeto pioneiro F1 Academy, uma categoria exclusivamente feminina, processou a Federação internacional de Automobilismo (FIA), em resposta a acusações feitas contra ela e o marido, Toto Wolff, chefe da equipa da Mercedes, em dezembro do ano passado.

A FIA alegava um conflito de interesses e que houve troca de informações confidenciais e privilegiadas que resultariam em benefício mútuo entre o chefe de equipa e a responsável.

Em causa estaria o facto de Susie Wolff ter tido acesso a informações confidenciais sobre as atividades da Formula 1 Management (FOM) particularmente úteis para prever o que poderia ser decidido no futuro e de que outros chefes de equipa não dispunham. A suspeita surgiu depois de uma reunião de diretores de equipas em que Toto Wolff terá revelado algo a que alegadamente apenas elementos diretamente ligados à estrutura da FOM teriam acesso.

As acusações foram consideradas infundadas 48 horas após o início da investigação, por não existirem provas suficientes, sendo que a relação conjugal entre os dois não foi suficiente para provar a existência de um conflito de interesses. Susie Wolff afirmou que a sua reputação está agora posta em causa mesmo depois de ter sido inocentada, uma vez que a FIA conduziu todo o processo de forma pública. Com isto anunciou nas suas redes sociais que a 4 de março apresentou queixa junto dos tribunais franceses.

Lewis Hamilton, piloto da Mercedes, já expressou apoio à ação judicial, em declarações ao Daily Mail. "Estou incrivelmente orgulhoso da Susie Wolff, acho que é corajosa. É uma grande líder. Num mundo em que muitas vezes as pessoas são silenciadas, é muito importante que se levante e aja."

Antes de ocupar o cargo de diretora executiva da F1 Academy, Susie Wolff foi a primeira mulher a participar num fim de semana de F1 em 22 anos após se ter feito notar no Campeonato Alemão de Carros de Turismo (DTM) entre 2006 e 2012.

Desporto

Mais Desporto

Mais Lidas

Patrocinados