Notícia CNN: empresário raptado e torturado para pagar 12 mil euros em champanhe

9 dez 2021, 20:00
PJ
PJ

Não pagaram conta que lhes foi apresentada no bar

PUB

Um empresário angolano foi raptado e torturado pelo dono de um bar de alterne, na zona de Benfica, Lisboa, depois de se ter recusado a pagar uma conta de 12 mil euros em champanhe. Contou, para o efeito, com a ajuda de um segurança, e foram ambos detidos esta quinta-feira pela Unidade Nacional de Contra Terrorismo da PJ, por crimes de rapto, roubo e extorsão, sabe a CNN.

Os crimes ocorreram no final de setembro. A vítima, de nacionalidade angolana, fez-se acompanhar por outro homem ao bar ‘Intimo’, em Lisboa. Numa noite de animação, terão consumido e oferecido champanhe a outros clientes e às funcionárias do espaço. No final, a conta apresentada foi de 12 mil euros, que os dois terão recusado pagar por considerarem exagerada.

PUB

Nessa altura, os suspeitos agora detidos tentaram fazer a cobrança difícil do valor em causa. O empresário angolano foi levado à força para uma viatura, onde lhe exigiram os 12 mil euros sob ameaça de arma de fogo e com recurso a agressões. A PJ, em articulação com o DIAP de lisboa, avançou agora para as detenções, além de buscas no referido bar e em casa dos suspeitos.

PUB
PUB
PUB

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados