Educadora ligou ao pai a perguntar porque é que criança de quatro anos não tinha ido à escola. A razão: ficou esquecida na carrinha escolar

Agência Lusa , PF
16 abr, 18:33
Ambulância do INEM (Getty)

Menino foi transportado ao hospital, por precaução, mas teve alta pouco tempo depois

Um menino de quatro anos ficou esquecido durante a manhã desta terça-feira no interior da viatura de transporte escolar que o deveria ter deixado numa escola do concelho de Fafe, distrito de Braga, segundo fonte da GNR.

Fonte do Comando Territorial de Braga da GNR disse à agência Lusa que o menino foi entregue, ainda antes das 09:00, pelo avô à vigilante da viatura escolar, disponibilizada pela junta de freguesia local, tendo a mesma como destino a Escola Básica e Jardim de Infância de Silvares - São Clemente, no concelho de Fafe.

Segundo a GNR, foi a educadora do menino que telefonou ao pai da criança a perguntar a razão pela qual esta não tinha ido à escola.

O alerta foi dado pelas 11:25 e, cerca de meia hora depois, constatou-se “que a criança tinha permanecido esquecida no interior da viatura”, segundo a mesma fonte.

O menino foi transportado ao hospital, por precaução, mas como estava bem teve alta pouco tempo depois.

A GNR levantou o auto de notícia e remeteu o processo para ao Ministério Público junto do Tribunal de Fafe, a quem cabe agora decidir se avança com algum procedimento ou se arquiva o caso.

Educação

Mais Educação

Mais Lidas

Patrocinados