Porta de Brandemburgo pintada de laranja por ambientalistas

Agência Lusa , MM
17 set 2023, 15:56
Ativistas pintam portas de Brandemburgo

Ativistas exigem ao governo alemão que tome medidas urgentes contra as alterações climáticas

Ativistas ambientalistas pintaram de laranja a Porta de Brandemburgo, em Berlim, exigindo ao governo alemão que tome medidas urgentes contra as alterações climáticas.

Os elementos do grupo Última Geração (Letzte Generation) usaram extintores de incêndio carregados de tinta para pulverizar as seis colunas do popular monumento de Berlim.

O grupo reivindica que a Alemanha deixe de usar combustíveis fósseis até 2030 e que adote medidas a curto prazo, como a imposição de um limite de velocidade de cem quilómetros por hora nas autoestradas, para reduzir as emissões mais rapidamente.

“O protesto é claro: é altura de uma mudança política”, justificou o grupo, em comunicado. “Longe dos combustíveis fósseis e em direção à justiça”, assinalou.

A polícia rodeou a área em volta da Porta de Brandemburgo e informou ter detido 14 pessoas ligadas ao Última Geração, grupo conhecido por ações de protesto nas quais os ativistas se colam às estradas, bloqueando o trânsito e dividindo a opinião pública alemã.

O autarca de Berlim, Kai Wegner, condenou a ação do grupo, considerando que extravasa os limites legítimos do protesto.

“Com esta ação, o grupo está não só a lesar a histórica Porta de Brandemburgo, mas também a livre expressão acerca de importantes assuntos do nosso tempo e do futuro”, declarou, citado pela agência de notícias alemã DPA.

Europa

Mais Europa

Patrocinados