Jornalista agredido durante evento com André Ventura

16 jan, 20:41
Universidade Católica Portuguesa

Evento foi organizado por associações de estudantes da Universidade Católica Portuguesa, no âmbito de um ciclo de debates com líderes partidários.

Um jornalista do semanário Expresso foi agredido esta segunda-feira agredido e expulso de uma sala onde estava a decorrer uma conferência com o presidente do Chega, André Ventura.

De acordo com o Expresso, o profissional foi agredido e forçado a deixar a sala por um grupo de jovens que interromperam a sessão, organizada por estudantes da Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa.

O evento em questão foi organizado por associações de estudantes daquela universidade, no âmbito de um ciclo de debates com líderes partidários.

André Ventura marcou presença na conferência, onde foi discursar e responder a perguntas dos estudantes.

A entrada do jornalista do Expresso tinha sido autorizada por duas estudantes que estavam à porta do auditório, sendo do conhecimento prévio da assessoria de imprensa do Chega.

O profissional esteve 10 minutos na sala, antes de ser expulso, mesmo depois de se identificar.

A situação terá continuado fora da sala, tendo o equipamento sido devolvido por um dos assessores de André Ventura. Isto já depois de um momento mais tenso com um dos seguranças pessoais do presidente do Chega.

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados