Artur Jorge: «A ambição não nos falta, estamos no meio do tudo ou nada»

11 dez 2023, 18:33
Conferência de imprensa do Sp. Braga (EPA/CESARE ABBATE)

Treinador do Sp. Braga quer continuar a fazer história no clube com uma vitória em Nápoles

Artur Jorge lançou, esta segunda-feira, o mote para a visita ao Nápoles. O treinador do Sporting de Braga quer «lutar até à exaustão para acrescentar páginas douradas» ao clube minhoto, embora reconheça que o adversário na última jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões é «extremamente difícil».

«As minhas expectativas passam por termos um bom jogo de futebol. Quando conhecemos o grupo disse que teríamos pela frente três belíssimas equipas, mas iríamos procurar ser competitivos até ao fim e aqui estamos a sê-lo e a depender de nós próprios. É uma final que nos abre dois caminhos. É uma final no sentido da continuidade das provas europeias, temos a Champions e a Liga Europa. Temos a ambição de conseguir o melhor e o melhor seria vencer cá e conseguir o apuramento para os oitavos de final da Liga dos Cmapeões. Vamos ter pela frente um adversário extremamente difícil, com belos jogadores, um treinador muito experiente e competente, mas vamos procurar continuar a fazer história no Sp. Braga», começou por dizer o técnico bracarense em conferência de imprensa.

Terceiro classificado no Grupo C da Champions, com quatro pontos, o Sp. Braga está a três do Nápoles, segundo colocado. Ainda assim, os bracarenses também olham para a possibilidade de qualificação para a Liga Europa, uma luta onde também está o Union Berlin (último classificado, com dois pontos).

«A mensagem é muito simples. A ambição não nos falta, sabemos que estamos no meio do tudo ou nada, mas temos uma possibilidade. O que mais temos falado é em acreditar nas nossas ambições e objetivos. Estamos focados no que podemos fazer amanhã [terça-feira], partimos com desvantagem de dois golos, a vantagem que o Nápoles conquistou é por ter sido mais consistente do que nós, mas, amanhã, ganhando, igualamos essa consistência porque fazemos os mesmos sete pontos. Esse é o ponto de partida para nós. Procurar ganhar cá para igualar em termos pontuais e o contexto vai ditar se podemos ficar mais ou menos satisfeitos com o que aconteceu. A ambição não falta e estamos todos alinhados. Há um ponto de partida que é olhar para cima e conseguir vencer e o apuramento. Vai ser por isso que vamos lutar de forma unida e, espero eu, muito competente», frisou.

Artur Jorge notou ainda que as duas equipas vão defrontar-se «em contra-ciclo», embora tenha sublinhado o valor do «fortíssimo» conjunto italiano, «que é campeão em título».

O treinador dos arsenalistas desvalorizou ainda a ausência de Álvaro Djaló, mostrando confiante numa «boa resposta» do coletivo.

«Será um bom dia para os que não têm estado tanto com a equipa mostrarem o seu valor. Espero que possamos confirmar a qualidade demonstrada já nos jogos anteriores da Champions, no seguimento das boas exibições feitas contra equipas fortíssimas. Vamos precisar da disponibilidade de todos, da coesão e da seriedade», concluiu.

O Sp. Braga joga em casa do Nápoles esta terça-feira, a partir das 20h00, em jogo da última jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Acompanhe o encontro AO MINUTO no Maisfutebol.

Relacionados

Champions

Mais Champions

Patrocinados