França: reforço da vacina será obrigatório para certificado ser válido

25 nov, 14:15
Novavax
Novavax

Regra entra em vigor para as pessoas com mais de 65 anos. Medida quer combater a quinta vaga da pandemia em França

PUB

O governo francês anunciou esta quinta-feira que, a partir de 15 de dezembro, as pessoas com mais de 65 anos que não receberem o reforço da vacina cinco meses depois das anteriores deixarão de ter o certificado de vacinação, avança a Reuters.

A partir de 15 de janeiro, a regra aplica-se a todos os adultos, ou seja, todas as pessoas maiores de 18 anos terão de ter a dose de reforço para que os certificados de vacinação sejam válidos.

PUB

Esta foi uma das regras anunciada esta quinta-feira pelo governo francês como meio para combater a quinta vaga da pandemia em França, descrita pelo executivo como “fulgurante”.

Momentos antes da divulgação das novas regras, as autoridades de saúde francesas recomendaram que o reforço da vacina fosse dado a todas as pessoas a partir dos 18 anos, cinco meses após a vacinação completa.

"O contexto preocupante da epidemia justifica uma aceleração da campanha de vacinação, encurtando o tempo entre a primeira vacinação e a dose de reforço", justifica a Haute Autorité de Santé (HAS).

PUB
PUB
PUB

Por conseguinte, "recomenda que a administração de uma dose de reforço possa doravante ser realizada logo cinco meses após a vacinação primária e que a campanha de reforço possa ser alargada a partir de agora a pessoas com 18 anos de idade ou mais".

A HAS disse que se baseia em particular em projeções do Instituto Pasteur, que avaliam a redução dos picos de hospitalização se a dose de reforço for administrada a partir dos 18 anos.

Outra das regras anunciada esta quinta-feira passa pela utilização de máscara que, a partir de esta sexta-feira, passa a ser obrigatória em todos os espaços fechados e em eventos que juntam aglomerados de pessoas, por exemplo mercados de Natal.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa