EUA: controlo da Câmara de Representantes dependente de 19 círculos

Agência Lusa , DCT
14 nov, 20:09
Câmara dos Representantes (AP Photo/Wilfredo Lee, File)

Os votos ainda estão a ser apurados no maior distrito do Alasca, em dois no Arizona - onde há cerca de 290 mil votos a serem contados - 10 na Califórnia, dois no Colorado, um no Maine, um no Novo México, um em Nova Iorque e um no Oregon

O controlo da Câmara de Representantes dos Estados Unidos vai ser decidido em 19 círculos eleitorais, a maioria na costa oeste, onde estão a ser contados os votos das eleições intercalares, realizadas na semana passada.

De acordo com as mais recentes projeções de diversos ‘media’ norte-americanos, os Republicanos apresentam uma vantagem sobre os democratas, de 212 lugares contra 204, num total de 435.

Os votos ainda estão a ser apurados no maior distrito do Alasca, em dois no Arizona - onde há cerca de 290 mil votos a serem contados - 10 na Califórnia, dois no Colorado, um no Maine, um no Novo México, um em Nova Iorque e um no Oregon.

Os resultados de alguns desses círculos, nomeadamente na costa oeste, estão a tardar devido ao grande volume de votos por correspondência registados nas eleições de 08 de novembro.

A maioria dos estados possui sistemas de verificação de assinaturas dos boletins de voto por correio que estão a atrasar o processo.

Segundo o Brennan Center for Justice, o ritmo lento de contagem em estados-chave foi um dos alvos da campanha de desinformação, nas eleições presidenciais de 2020.

Na verdade, essa situação forneceu argumentos para o ex-Presidente Donald Trump (2017-2020) e os seus apoiantes alegarem, sem provas, que os boletins de voto por correio tinham estado na base de um processo de fraude eleitoral.

Os resultados eleitorais para o Senado federal foram conhecidos no sábado, quando as projeções dos principais meios de comunicação social norte-americanos deram a vitória aos Democratas no Nevada, permitindo ao partido manter 50 lugares (em 100) e formar maioria com o voto de desempate da vice-presidente.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados