Três distritos e a Madeira em alerta laranja e recomendação de cuidados na exposição ao sol. Continua o calor em Portugal

Agência Lusa , AG
26 jun 2023, 07:40
Calor em Sevilha, Espanha (Getty Images)

Várias zonas podem voltar a ver os termómetros subir até aos 40 graus

Os distritos de Évora, Beja e Faro e o arquipélago da Madeira estão esta segunda-feira sob aviso laranja devido ao tempo quente, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O aviso devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima vai prolongar-se até às 21:00, passando depois a amarelo até às 18:00 de quarta-feira.

O IPMA colocou também sob aviso amarelo devido ao tempo quente os distritos de Setúbal, Santarém, Portalegre, Castelo Branco, Guarda, Viseu, Vila Real e Bragança até às 18:00 de quarta-feira.

O arquipélago da Madeira vai estar sob aviso laranja entre as 09:00 e as 21:00, passando depois a amarelo até às 09:00 de quarta-feira.

O aviso laranja indica situação meteorológica de risco moderado a elevado e o amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê até quarta-feira no interior norte e centro e na região sul valores acima de 30 graus Celsius na generalidade do território, estando entre os 35 e os 40 graus no interior a sul do Tejo e na Beira Baixa, onde poderão ser atingidos 40 a 43 graus.

A temperatura mínima também será elevada, com noites tropicais (mínimas acima de 20 graus) em vários locais do centro e sul, com destaque para a região do Sotavento Algarvio, onde poderão ser próximas de 25 graus.

Em causa está, segundo o IPMA, uma “ação conjunta de uma região anticiclónica entre a Europa Ocidental e o arquipélago da Madeira, e um vale depressionário que se estende desde o norte de África até à Península Ibérica, originando o transporte de uma massa de ar tropical com origem continental, que é favorável a uma situação meteorológica de tempo quente e seco”.

O IPMA adianta num comunicado publicado no seu ‘site’ que o tempo quente deverá ser mais prolongado a sul do Tejo e Beira Baixa, onde é expectável a ocorrência de uma onda de calor até quarta-feira.

Risco extremo na exposição à radiação

A ilha da Madeira apresenta esta segunda e terça-feira um risco extremo de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo o IPMA.

De acordo com o IPMA, a ilha de Porto Santo, os 18 distritos de Portugal continental e o arquipélago dos Açores apresentam níveis muito elevados de exposição à radiação UV.

A escala de radiação ultravioleta tem cinco níveis, entre risco extremo e baixo.

Para as regiões em risco extremo, o IPMA recomenda que se evite o mais possível a exposição ao Sol.

No que diz respeito a regiões com risco muito elevado, o IPMA aconselha a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, 't-shirt', guarda-sol, protetor solar e que se evite a exposição das crianças ao sol.

O IPMA recomenda para as regiões com risco elevado o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t’shirt’ e protetor solar.

Relacionados

Meteorologia

Mais Meteorologia

Mais Lidas

Patrocinados