Rússia: Brittney Griner transferida para colónia penal e incontactável

9 nov, 11:37
Brittney Griner (AP Photo/Alexander Zemlianichenko)

Basquetebolista norte-americana foi condenada pela justiça russa a nove anos de prisão por tráfico de drogas

Brittney Griner, condenada pela justiça russa a nove anos de prisão por tráfico de drogas, foi transferida para uma colónia penal e está incomunicável, garantiram nesta quarta-feira os seus advogados.

Em comunicado, os defensores da basquetebolista norte-americana explicam que esta deixou o centro de detenção, perto de Moscovo, a 4 de novembro, e está agora «a caminho de uma colónia penal», cuja localização não foi divulgada.

Na Rússia, a transferência de detidos para locais isolados pode levar vários dias, ou mesmo semanas. Geralmente, os presos viajam em comboios especiais, pelo imenso território do país, sem possibilidade de comunicação. Na maioria das vezes, os familiares dos detidos não são informados do local de detenção, até que estes cheguem ao destino final.

A estrela dos Phoenix Mercury deslocou-se à Rússia para jogar durante a paragem competitiva da WNBA. Brittney Griner foi presa em Moscovo no passado mês de fevereiro com um vaporizador contendo líquido à base de canábis.

Durante o julgamento, a jogadora de basquetebol considerou-se culpada. No final de outubro, a justiça russa rejeitou o recurso da basquetebolista norte-americana, mantendo inalterada a sentença de nove anos de prisão efetiva, indicando que por cada dia que a jogadora esteve detida preventivamente será contabilizado um dia e meio para efeitos de cumprimento de pena.

Patrocinados