Boavista esgota recursos e acaba condenado a fazer jogo à porta fechada

21 abr 2023, 16:11
Estádio do Bessa Sec. XXI, Nº jogos – 5 Acumulado – 28,15 – Média – 4,63

Supremo Tribunal Administrativo confirmou castigo de um jogo sem adeptos devido a irregularidades com o sistema de videovigilância

O Supremo Tribunal Administrativo confirmou o castigo ao Boavista de um jogo à porta fechada, acrescido de uma multa de 2.040 euros, devido a irregularidades com o sistema de videovigilância.

A SAD axadrezada esgotou assim as possibilidades de recurso, faltando nesta altura conhecer apenas qual o jogo que vai realizar-se sem adeptos nas bancadas e a data do mesmo.

Refira-se que o castigo começou a 28 de junho de 2022, quando o Conselho de Disciplina castigou o clube devido a falhas detetadas no sistema de videovigilância do Bessa, nos jogos com o Moreirense (15ª jornada) e Vizela (21ª jornada), particularmente falhas nas câmaras direcionadas para as bancadas.

Depois de conhecido o castigo do Conselho de Disciplina, o Boavista recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto, depois para o Tribunal Central Administrativo do Sul e por fim para o Supremo Tribunal Administrativo, mas todos negaram provimento aos recursos, confirmando o castigo de um jogo à porta fechada.

Relacionados

Patrocinados