Rui Costa visa adeptos do Benfica: «Pela segunda vez ultrapassámos os limites»

23 abr, 22:02

Presidente dos encarnados reage aos incidentes no Estádio de São Luís após a vitória sobre o Farense

Um dia depois da forte contestação em Faro, com arremesso inclusive de um objeto que atingiu Roger Schmidt quando a equipa do Benfica regressava aos balneários após ter vencido por 3-1, Rui Costa considerou que o comportamento dos adeptos do clube encarnado foi excessivo.

Nenhum de nós está imune à crítica. Temos de respeitar e aceitar as críticas. Pela segunda vez, agora em Faro, ultrapassámos esses limites. Faço esse apelo: faltam quatro jornadas para acabar o campeonato e cá estarei no fim para assumir todas as responsabilidades da época como faço todos os anos. Mas nestas quatro jornadas recuso-me a atirar a toalha ao chão. E, independentemente da classificação, é obrigatório no Benfica que se façam as quatro jornadas com o máximo de dignidade. É isso que peço aos profissionais e à equipa, como foi em Faro», afirmou o presidente do Benfica em declarações à televisão do clube.

Recorde-se que no outro jogo com o Farense, no Estádio da Luz na primeira volta da Liga, alguns adeptos também arremessaram objetos na direção de Roger Schmidt.

«Compreendo e percebo perfeitamente a tristeza e a frustração dos adeptos nesta fase do camepoanto e do ano. Era um ano em que ambicionávamos muito mais do que aquilo que conseguimos até agora. É a mesma tristeza que eu, os jogadores e que os treinadores têm. Todos nós queríamos muito mais», acrescentou.

Por fim, Rui Costa reiterou o pedido: que as críticas, a existirem, se façam dentro de certos limites. «O apelo que faço, e não apelando a que não haja a crítica ao presidente, ao treinador e aos jogadores, mas que essas críticas tenham certos limites. Peço que no sábado possamos todos, dentro e fora do campo, dar uma boa imagem do que é o Benfica», rematou.

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Mais Lidas

Patrocinados