Benfica-Belenenses, 3-1 (crónica)

Adérito Esteves , Estádio da Luz, Lisboa
9 abr, 20:01

Valeu um Darwin que não se poupa nem se cansa... de marcar

O Benfica pensou tanto no Liverpool, mas tanto, tanto, que ao terceiro minuto, Rafael Camacho até parecia Salah; Afonso Sousa, um mortífero Diogo Jota; e o Belenenses, que entrou na Luz como último classificado da Liga, uma equipa de Liga dos Campeões.

Que visão!

E o Benfica e a perder em casa logo ao terceiro minuto.

Isto com uma equipa do Benfica com seis mudanças no onze, relativamente à derrota em Braga há uma semana.

Mantiveram-se no onze Vlachodimos, Otamendi, Taarabt, Everton e Darwin.

Darwin, o abono deste Benfica. O jogador que não se poupa. Que se mantém sempre na montra e que marcou pelo terceiro jogo consecutivo, fê-lo por três vezes e já leva 24 no campeonato.

Golos, golos e mais golos. É isso que o uruguaio melhor sabe fazer. E foi o que valeu ao Benfica no «intervalo» da eliminatória dos quartos de final da Liga dos Campeões.

Verdade seja dita que após a péssima entrada em jogo, a equipa de Nelson Veríssimo recompôs-se rapidamente.

O Belenenses não deixou de ameaçar, mas o empate ao intervalo era penalizador para as águias, que tiveram várias oportunidades para marcar, entre elas, um remate de Everton ao poste.

E na segunda parte, para colocar definitivamente a cabeça no jogo em Anfield, o génio de Taarabt descobriu Darwin – somando a segunda assistência da partida – e o Benfica passou para a frente logo aos 53 minutos.

Isso funcionou como um calmante para as águias, que pouco depois chegou ao terceiro golo, novamente por Darwin, após assistência de João Mário, que voltou ao onze no campeonato dez jornadas depois da última aparição na equipa inicial.

Com dois golos de vantagem e um Belenenses claramente em quebra - e que sai da luz novamente no último lugar -, até os adeptos aproveitaram para ir ensaiando para Liverpool, passando os últimos minutos a cantar pela equipa.

E acabou por correr bem a «revolução» encarnada apresentada por Veríssimo.

Muito graças a um Darwin que não se poupa. Nem se cansa de marcar golos.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados