BE anuncia José Gusmão e Anabela Rodrigues como número dois e três para as europeias

Agência Lusa , JGA // VM
13 abr, 17:36
Mariana Mortágua, do Bloco de Esquerda (LUSA/João Relvas)

O BE anunciou que os atuais eurodeputados José Gusmão e Anabela Rodrigues ocuparão as posições de número dois e três, respectivamente, na lista de candidatos do partido para as eleições europeias de 9 de junho. A decisão foi tomada pela Mesa Nacional do BE, que também confirmou a antiga coordenadora do partido, Catarina Martins, como cabeça de lista

 Os atuais eurodeputados José Gusmão e Anabela Rodrigues serão os números dois e três da lista de candidatos do Bloco de Esquerda às eleições europeias de 09 de junho, afirmou este sábado fonte oficial do partido.

A Mesa Nacional do Bloco de Esquerda aprovou este sábado fonte a lista dos candidatos do partido às eleições europeias de 09 de junho, que é encabeçada pela antiga coordenadora do Bloco de Esquerda Catarina Martins.

Na lista aprovada e enviada à agência Lusa, o segundo lugar é ocupado pelo economista e eurodeputado José Gusmão, eleito nas últimas europeias, em 2019, altura em que também foi como número dois.

Anabela Rodrigues será a número três da lista deste ano do Bloco de Esquerda às europeias.

A mediadora cultural de 47 anos, que era número quatro nas europeias de 2019, substituiu Marisa Matias como eurodeputada, depois de esta ter assumido o seu mandato como deputada no parlamento português.

Alexandre Abreu, Paula Cosme Pinto, Luís Fazendeiro, Aurora Ribeiro, Marcos Ferreira, Mónica Pestana e Santiago Mbanda Lima completam os primeiros dez nomes da lista dos 21 efetivos, onde figura, em último lugar, o antigo deputado do Bloco e professor catedrático da Universidade de Coimbra José Manuel Pureza.

O nome de Catarina Martins foi escolhido para encabeçar a lista bloquista às europeias na última reunião da Mesa Nacional do partido, em 16 de março.

Na altura, Mariana Mortágua considerou que Catarina Martins “é uma das dirigentes da esquerda europeia com mais experiência e mais reconhecimento”, sendo a “candidatura mais forte que a esquerda pode apresentar”.

Depois de uma década à frente do BE, durante a qual levou o partido aos seus melhores resultados, mas também a um dos piores, nas legislativas de 2022, Catarina Martins passou o testemunho a Mariana Mortágua no ano passado, na XIII Convenção Nacional.

Catarina Martins foi coordenadora do BE entre 2012 e 2023.

Nas últimas eleições europeias, o Bloco de Esquerda ficou em terceiro lugar, com 9,82% dos votos, elegendo dois eurodeputados.

Relacionados

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados