JMJ: Não inscritos só podem assistir à cerimónia de quinta-feira na Avenida da Liberdade

Agência Lusa
2 ago, 21:20
Jornada Mundial da Juventude - JMJ Lisboa (Getty Images)

Estas pessoas serão sujeitas a controlos de acesso, “porque as condições de segurança são as mesmas” do recinto do Parque Eduardo VII, onde o Papa Francisco terá o primeiro momento de encontro com jovens nesta jornada

As pessoas não inscritas na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que queiram assistir na quinta-feira à cerimónia de Acolhimento no Parque Eduardo VII, em Lisboa, serão colocadas na Avenida da Liberdade, foi hoje revelado.

Em conferência de imprensa, Pedro Moura, da Direção Nacional da PSP, explicou que, ao contrário do que o que aconteceu na terça-feira, em que todas as pessoas que quiseram assistir à missa de abertura da jornada puderam fazê-lo no Parque Eduardo VII, na cerimónia de Acolhimento, para aqueles que queiram assistir e que não estejam registados “a PSP criou um setor ao longo da Avenida da Liberdade, com dois ecrãs gigantes”.

Estas pessoas, acrescentou, serão sujeitas a controlos de acesso, “porque as condições de segurança são as mesmas” do recinto do Parque Eduardo VII, onde o Papa Francisco terá o primeiro momento de encontro com jovens nesta jornada, marcado para as 17:45.

“Desde o início que a PSP não faz distinção entre o inscrito e o não inscrito. O recinto é igual para todos”, disse, justificando assim a revista a quem ficará no setor criado na Avenida da Liberdade, que estará gradeado.

Questionado sobre uma estimativa do número de pessoas que na quinta-feira marcarão presença nesta cerimónia, Pedro Moura apenas referiu que o recinto do Parque Eduardo VII tem capacidade para acolher 350/360 mil peregrinos, sendo expectável que “mais algumas dezenas [de peregrinos] possam chegar a Lisboa ou às três dioceses de acolhimento” em breve.

Para o evento, a PSP tem previsto o mesmo dispositivo que está hoje pela cidade, “reforçado pelos 1.500 polícias que se deslocaram de outros comandos”, bem como de alunos da Escola Prática, entre outros como o efetivo da direção nacional, que “está a reforçar” a operação.

Aos peregrinos inscritos, a PSP apela a que estejam atentos à cor que têm na sua credencial, bem como ao setor que lá está inscrito, porque o Parque Eduardo VII será dividido em três setores – A, B e C – cada um com a sua cor.

“Para amanhã [quinta-feira] há diferenças. O recinto irá estar dividido em três setores, correspondendo cada um a peregrinos que se inscreveram”, disse, adiantando ainda que “as pessoas terão de entrar pelas potas que lhes estão destinadas”.

Mais de um milhão de pessoas são esperadas em Lisboa até domingo para a JMJ, considerado o maior acontecimento da Igreja Católica, e que conta com a presença do Papa Francisco.

O Papa, o primeiro peregrino a inscrever-se na JMJ, chegou a Lisboa hoje de manhã, e tem prevista uma visita de duas horas ao Santuário de Fátima no sábado para rezar pela paz e pelo fim da guerra na Ucrânia.

País

Mais País

Patrocinados