Pára tudo: Selena Gomez tem 30 anos - e uma mensagem

31 jul, 16:00

De estrela da Disney a produtora, de atriz a inspiração de uma geração. Selena Gomez fez 30 anos, sente-se “grata” e quer agarrar “o belo e o doloroso” um dia de cada vez.

Quem se lembra dela, pequenina, na série “Barney & Friends” e, mais tarde, como Alex Russo na série Wizards of Waverly Place, da Disney, pode, neste momento, dizer: “Já?” Sim, passou esse tempo todo. Selena Gomez tem 30 anos. 

Cumpriu-os no dia 22 de julho, mas as celebrações duraram vários dias. Depois, ela tirou um bocadinho para falar sobre isso no Instagram.  “Os meus vinte anos foram uma jornada por momentos bons, maus e bonitos que nunca esquecerei. Cada um deles moldou a pessoa que sou hoje”. 

Na última década, Selena Gomez cantou, fez papéis na televisão e no cinema, foi produtora de uma das séries mais aclamadas da Netflix (Por Treze Razões), fez um transplante renal em 2017, lançou a sua própria linha de maquilhagem e tornou-se uma voz sonora e clara em Hollywood a favor do empoderamento feminino e da aceitação. “Sou perfeita como sou”, lançou ela em abril deste ano num vídeo na rede social TikTok. “Não quero saber. As pessoas queixam-se de tudo. És demasiado grande, és demasiado pequena, isso não fica bem… mimimi”

Mas voltemos aos seus 30 anos e à mensagem que acompanha duas fotografias da artista da autoria de The Collective You. “Sou uma pessoa que ainda está a aprender, mas que está mais segura do que interessa e do que quer”, diz, e continua: “Uma pessoa que está grata por todos os dons e todas as lições que aprendeu pelo caminho. Caminho encorajada por muitas pessoas fortes e empoderadas à minha volta… Quero fazer o possível para aceitar o belo e doloroso um dia de cada vez e que tudo faça o melhor eu que possa fazer de mim, para os outros, para ti.”

 

“Após uns dias de celebração, o meu coração sente-se cheio, agradecido e posso realmente dizer que começo a gostar dos meus 30 anos. Muito obrigada por fazerem parte da minha vida, brindemos a uma nova década! Adoro-vos a todos por dentro e por fora tanto que até magoa!”

Selena Gomez, texana, terceira geração de emigrantes mexicanos, nascida de uma gravidez adolescente, começou cedo na televisão e sobreviveu à carreira na Disney. Quando Wizards of Waverly Place terminou, procurou papéis mais adultos. A sua carreira gerava tanto interesse como o romance intermitente que viveu com Justin Bieber entre 2010 e 2018 (amado e odiado em partes iguais pelos fãs de ambos). 

Quando em 2015 foi diagnosticada com lúpus e anunciou que estava a fazer tratamentos, a carreira ficou em pausa e as suas aparições públicas também. Os efeitos colaterais da doença obrigaram-na a um transplante renal em 2017. O rim foi doado por uma amiga da atriz, Francia Raisa, também atriz. “Ela deu-me o derradeiro presente e sacrifício”, escreveu Selena Gomez no Instagram. 

Embora nunca se tenha afastado por completo, foi só em 2019 que Selena Gomez que reapareceu em pleno no ecrã. Fez filmes, colaborou em videoclipes e lançou a sua canção “Lose you to love me”. Durante a pandemia, lançou a série Selena + Chef, que apresentava e produzia, e em 2021 começou a série “Only Murders in the building” (Hulu) com Martin Short e Steve Martin.

Também começou a dar que falar no TikTok, onde hoje reúne cerca de 42 milhões de seguidores e deixou um vídeo para agradecer os muitos desejos de feliz aniversário que recebeu. “Os comentários que li eram muito queridos e quero dizer que não tomo nada por garantido. Obrigada por crescerem comigo, por me aturarem”.

 

 

 

Cinema

Mais Cinema

Patrocinados